Pular para o conteúdo principal

BCAA e LEUCINA

BCAA = Branched-Chain AminoAcids
BCAA são os Aminoácidos Essenciais de Cadeia Ramificada - AACR: Leucina, Isoleucina e Valina
Aminoácidos Essenciais = são aminoácidos (AA) que precisamos consumir diariamente, pois nosso corpo não tem a capacidade de sintetizar, então devemos ingerir estes na dieta para manter o equilíbrio do corpo.

Representam aproximadamente um terço do total de aminoácidos presentes na musculatura!

Necessidade diária dos BCAA:
10 a 28mg/kg/dia.
Informação importante:
AA aromáticos (triptofano, tirosina e fenilalanina): precursores dos neurotransmissores: serotonina, dopamina e nore-epinefrina

Funções:
1. Precursores:
Glutamato no cérebro – neurotransmissor excitatório em receptores n-metil-d-aspartato (NMDA)
Glutamina nos músculos – servem para manutenção de glutamina e parecem efetivamente fortalecer a função imunológica.
Alanina - Está relacionado ao metabolismo da glicose. É importante para a preservação da massa muscular, contra o seu catabolismo.
2. Fonte de energia para os músculos esqueléticos:
A oxidação dos AACR no músculo esquelético não é dependente do fígado.
O fígado também consegue oxidar os BCAA’s mas para isso são necessárias algumas reações químicas antes.
3. Evita a fadiga central:
Durante o exercício esse tipo de fadigo é causada pela elevada entrada de triptofano (aminoácido precursor de serotonina) no cérebro, o que é bom quando queremos relaxar, mas durante o exercício NÃO!
O aumento de triptofano entrando no cérebro ocorre pela diminuição de BCAA na corrente sangüínea, já que esses estão sendo usados como fonte de energia.
Os AACR e o triptofano são aminoácidos neutros que competem na barreira hematoencefálica, logo aquele que estiver em maior concentração é transportado para dentro do cérebro.


4. Síntese muscular:
Os aminoácidos de cadeia ramificada estimulam a síntese da proteína muscular para o desenvolvimento da massa magra. Liberam o glicogênio hepático e muscular para o melhor desempenho e resistência nos exercícios.
5. Exercem efeito anticatabólico:
Servem como fonte energética durante exercícios prolongados quando as reservas do glicogênio são esgotadas. A ingestão conjunta de AACR e carboidratos diminuiria a degradação muscular durante o exercício minimizando o catabolismo por aumento da oferta de substratos energéticos

LEUCINA
Componente importante dos BCAA!
A leucina estimula a hipertrofia muscular:
Via mTOR que estimula a síntese protéica via DNA:
O aumento intracelular da leucina promove ativação da mTOR (mammalian Target of Rapamycin) que inibe a autofagia e estimula a Transcrição, Translação do RNAm, Biossíntese dos ribossomos, Proliferação celular, Organização Citoesquelética, tudo para favorecer o crescimento celular = estímulo de síntese de proteínas!
Via insulina:
Estimula a liberação de insulina pelo pâncreas;
Age em sinergia com a insulina, que é um hormônio anabólico, no processo de estímulo de síntese protéica. A leucina auxilia a insulina a iniciar a síntese protéica, ou seja, a insulina é o ativador para a síntese e a leucina é o sinal para início da translação.
BCAA X Fenilcetonúria
A fenilcetonúria é uma doença caracterizada pela deficiência inata de enzimas que convertem o aminoácido fenilalanina em tirosina. Essa deficiência acarreta no aumento dos níveis de fenilalanina no sangue o que pode causar problemas neurológicos.
Como a fenilalanina utiliza o mesmo transportador dos BCAA para ultrapassar a barreira hematoencefálica, a hipótese é que altos níveis dos BCAA reduziria a entrada de fenilalanina no cérebro o que reduziria danos neurológicos.
MAS, é necessário mais estudos para a utilização da suplementação de BCAA nesses casos!!!!
BCAA X detoxificação:
Detoxificação: é a eliminação de substâncias tóxicas do corpo através da ação conjunta do fígado, vesícula biliar, intestino e rins.
Os BCAA participam da fase I de desintoxificação.
BCAA X Hepatopatas:
Como os AACR são independentes do fígado para serem utilizados como fonte energética, esses são usados na área clínica em pacientes com problemas no fígado para minimizar o trabalho desse órgão e garantir energia para a musculatura do paciente.
Contra-indicação:
Altas doses interferem com o transporte de outros aminoácidos, tais como o triptofano ao cérebro o que pode não ser bom algumas vezes;
Devido a esse fato qualquer pessoa que seja particularmente propensa a depressão, flutuações de humor, ansiedade ou desordens compulsivo-obssesivas, deve consultar um médico antes de suplementar com BCAA e ficar alerta para qualquer piora dos sintomas.
SUPLEMENTAÇÃO:
BCAA:
Pode ser feita tanto em hepatopatas, em pessoas que passam por processo de desintoxificação, quanto em esportistas e atletas.
Para praticantes de atividade física:
É mais utilizada em exercícios de endurance - longa duração (superior a 90 minutos), pois as resercas desses aminoácidos parecem diminuir após +/- 90minutos de exercício.
Alguns estudos associam a suplementação de AACR com carboidratos no intuito de potencializar o efeito ergogênico dos aminoácidos e poupar glicogênio durante o exercício de endurance.
Por representar 1/3 dos aminoácidos presentes nos músculos são utilizados por praticantes de exercícios de resistência, como a musculação para ajudar na recuperação muscular;
O whey protein é uma fonte rica de BCAA!
LEUCINA:
Utilizado para pessoas com problemas na liberação de insulina e por praticantes de atividade física.
Para praticantes de atividade física:
É utilizado para ajudar na hipertrofia muscular, via liberação de insulina e estímulo do mTOR.
Bem, é isso!
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

QUANTIDADE, HORÁRIO, FREQUÊNCIA E OUTRAS informações sobre o modo de consumo dos BCAA EU NÃO RESPONDO POIS ISSO DEPENDE DE VÁRIOS FATORES que dever ser avaliados individualmente levando em conta as necessidades nutricionais, a rotina alimentar e os objetivos!!!! Agradeço a compreensão!


A necessidade de suplementação deve ser avaliada por um profissional!


INFORMAÇÃO: POR ALGUM MOTIVO, QUE EU NÃO SEI O PORQUÊ, NÃO CONSIGO MAIS RESPONDER OS COMENTÁRIOS AQUI ESCRITOS! SENDO ASSIM, SOLICITO QUE MANDE NA CAIXA DE MENSAGENS AO LADO, OK!



Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

Postagens mais visitadas deste blog

Colágeno e Firmeza da pele

ATUALIZADO EM 18/maio/2016

O que é colágeno? Colágeno é uma proteína (Proteína é o "coletivo" de aminoácidos) que tem como função principal dar estrutura, sustentação celular, sendo componente de pele, ossos, cartilagens, ligamentos e tendões.
Os aminoácidos que formam o colágeno na sua grande maioria são: lisina, glicina, prolina e hidroxiprolina. Mas, também contêm na sua cadeia os outros 17 aminoácidos, porém em quantidades reduzidas.

Nosso corpo sintetiza vários tipos de colágeno, porque esse compõe várias partes do corpo como a matriz orgânica dos ossos, os tecidos conjuntivos de todos os nossos ligamentos (tendões), constitui também a pele, o cabelo, o sangue e os vasos sanguíneos. Para cada local o corpo sintetiza um tipo de colágeno diferente.



Tipos de colágeno:
TIPOFunçõesIEste é o colágeno mais abundante do corpo humano. Está presente no tecido cicatricial, o produto final quando tecido cicatriza por reparação. Pode ser encontrada nos tendões, pele, paredes da artéri…

Probióticos

O que são Probióticos?

São microorganismos vivos que numa quantidade controlada causam benefícios ao nosso organismo.Existem no mercado alguns produtos com alegação de probióticos como os Leite Fermentados Sofly, Actimel, Yakult (yakult e yakult +30), os iogurtes Activia, Biofibras e Lective, e além dos vendidos em sachês ou cápsulas com uma maior concentração e/ou variedades de cepas (tipos) de probióticos.

Para um produto ser considerado como probiótico é necessário conter uma quantidade mínima de 108 unidade formadora de colônia (UFC) que cheguem VIVAS até o intestino.Vale ressaltar que tudo que consumimos tem que passar pela boca, esôfago e estômago para chegar até o intestino, e lembre-se também que o nosso estômago tem o pH Ácido, fator limitante para a chegada dos microorganismoa vivos até o intestino.Então, a quantidade de microorganismos nos produtos têm que ser superior a 1X108 = 100.000.000 UFC, pois alguns não resistiram ao pH ácido do estômago!Para proteger os microorgani…

Whey Protein

atualizado 01/07/2012

Atualmente, exercício físico é à base de qualquer programa de prevenção de doenças, de manutenção da saúde e de melhora do bem-estar físico.
Mas, algumas pessoas querem mais do que estar saudável querem ficar Sarados!!! Quando essas pessoas chegam à academia com o objetivo de hipertrofia, emagrecimento, ou "secar" = reduzir somente tecido de gordura - logo vão ouvir a indicação de que deverá tomar suplemento protéico, e o mais indicado dos suplementos é o Whey Protein.
Mas, o que é esse tal de WHEY PROTEIN?
Whey protein é um suplemento alimentar proveniente do leite. Que pode ser extraído do soro do processamento de queijos ou os mais recentes que são extraídos diretamente do leite.

Curiosidade: São necessários de 200 a 2000 litros de leite para produzir 1 kg de whey protein.

Segundo a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Alimentar, suplementos alimentares são ALIMENTOS especialmente formulados e elaborados para praticantes de atividade física (...)
IM…