quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Probióticos, como consumir?

Em postagens anteriores deixei bem claro a importância em consumir probióticos, mas onde podemos encontrá-los?

Segue um informativo abaixo com todas essas informações:

Veja mais informações sobre os probióticos:
Van nutri
Nutricionista clínica esportiva Vanessa Lobato

Probióticos, benefícios para a sua saúde

Infográfico sobre os benefícios dos probióticos para a nossa saúde


Mais informações sobre os probióticos:


Att
Van nutri
Nutricionista Clínica-Esportiva Vanessa Lobato

Probióticos específicos para cada problema!

Após anos de estudos foi descoberto que vários tipos de cepas diferentes de probióticos! E, além disso foi analisado que cada cepa pode ajudar num processo diferente no organismo. Veja abaixo:

No caso de cepas específicas é importante salientar que há a necessidade de prescrição nutricional ou médica para que uma boa farmácia de manipulação faça de correto e com quantidade necessária para ação ;)


Veja mais informações sobre os probióticos:

Att
Van nutri
Nutricionista clínica-esportiva Vanessa Lobato

Atualizações sobre PROBIÓTICOS!

Probióticos

São microorganismos vivos que numa quantidade controlada causam benefícios ao nosso organismo.

FUNÇÕES

Hoje sabemos que para cada tipo de problema temos uma cepa de probióticos específica, veja o link aqui.

Uma microbiota saudável – com vários microorganismos benéficos, ajuda na produção de antibióticos e antifúngicos; tem ação competitiva contra microorganismos patogênicos; ajuda na constipação por estimular os movimentos peristálticos no sistema digestório; estimula o nosso sistema imunológico; Metaboliza alguns medicamentos, hormônios, carcinógenos; além de serem essenciais na síntese de vitaminas do complexo B e da vitamina K no intestino;Bem, são vários os benefícios, por isso atualmente houve um aumento no número de produtos que disponibilizam esses probióticos na nossa alimentação.


É importante para a manutenção de uma boa microbiota o consumo de prebióticos que são fibras! 

Presentes nos legumes e nas verduras e frutas, que alimentam as nossas bactérias, assim estimulam o crescimento delas mantendo-as por mais tempo.


Existem no mercado alguns produtos com alegação de probióticos como os Leite Fermentados Sofly (natural, com sabor e light), Actimel, Yakult (yakult, Yakult 40 light e yakult Plus ou 40), Linha Activia da Danone, Linha Biofibras da Batavo, e a linha Lective da vigor. Temos também os os vendidos em sachês ou cápsulas com uma maior concentração e/ou variedades de cepas (tipos) de probióticos. 



Pessoas com doença inflamatória no estômago ou no intestino, ou deficiência do sistema imune devem consultar um nutricionista ou médico para o consumo desses alimentos.



Att,
Van nutri

Nutricionista Clínica-Esportiva Vanessa Lobato

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Defesa, sistema imunológico: o que a alimentação pode fazer por você?



1º Eliminar: Consumir alimentos que contenham ativos de defesa
Alho: Adicionar cru as preparações; Gengibre: Consumir na forma de chá ou ralado sobre frutas ou saladas; Orégano: Como tempero, mas colocar após a preparação estiver pronta; Óleo de coco: Evitar exageros. Por ser rico em ácido láurico ajuda na eliminação de vírus.

2 º Vitaminar: Aumentar o consumo de frutas e legumes fontes de vitamina C

Caju, Goiaba, Graviola, Laranja, Limão e Pimentões. Acerola e Camu-Camu: São riquíssimos em vitamina C - 100g tem cerca de 1000 e 2000mg de vitamina C, respectivamente.

3º Fortalecer: Nutrir o Sistema Imunológico

Inhame: Preferivelmente cozido para evitar possíveis alergias; Chá branco: Rico em antioxidantes que fortalecem o sistema imunológico; Própolis: Estimula o sistema imunológico.

4º Aumentar a Defesa

A melhor maneira é consumindo PROBIÓTICOS! Bactérias "boas" que ajudam o nosso organismo se defender de ataques externos. Consumir: iogurtes, leites fermentados, Kefir, Missô e Queijos enriquecidos.

Que o nosso intestino  é responsável pelo nosso sistema imunológico.   Quanto melhor NUTRIDO,  
melhor a sua DEFESA!

á 10x mais bácterias no nosso sistema digestório do que células no corpo inteiro!

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Arginina, Nitrato, Óxido Nítico e Beterraba

Seguem algumas referências:
Estudos que mostram a ação da arginina + exercício na ação do GH
  • S. R. Collier, E. Collins, J. A. Kanaley. Oral arginine attenuates the GH response to resistance exercise. Journal of Applied Physiology Published 1 September 006 Vol. 101 no. 3, 848-852 DOI: 10.1152/japplphysiol.00285.2006. Acesse o link
  • J. A Kanaley . Growth hormone, arginine and exercise. Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2008 Jan;11(1):50-4. Acesse o link
Estudos muito detalhado sobre o consumo de nitrato alimentar e a produção de NO
  • Lidder S1, Webb AJ. Vascular effects of dietary nitrate (as found in green leafy vegetables and beetroot) via the nitrate-nitrite-nitric oxide pathway. Br J Clin Pharmacol. 2013 Mar;75(3):677-96. doi: 10.1111/j.1365-2125.2012.04420.x.. Acesse o Link
Suco Rosa