quinta-feira, 20 de março de 2014

Após alguns anos de profissão vejo muito disso no dia a dia das academia e no consultório

Eu entendo um leigo acreditar nos "marketing" de suplementos já são muito fortes, "dizendo o que queremos ouvir", mas não admito um profissional ser corrompido para vender ou ter uma resposta diferenciada nos seus clientes.
Vejo muitos profissionais, na área esportiva, que para que seu aluno ou cliente obtenha um resultado positivo e RÁPIDO indicam, vendem, prescrevem substâncias como medicamentos, anabolizantes ou suplementos sem o mínimo de conhecimento dos reais benefícios e muito menos dos malefícios/colaterais. Mas, com medo que o seu ciente não tenha a resposta desejada, induz ao consumo para se afirmar como profissional, esquecendo que tudo que fazemos geram consequências.
Nas academias está cada vez mais frequente o uso de certos suplementos esportivos que somente pessoas com um ótimo nível de treinamento poderia consumir, sendo consumidos por iniciantes, que pouco sabem treinar, para obterem respostas mais rápidas; ou tomando pró hormonais (que são hormônios vendidos como suplementos) que já foram proibidos a mais de 3 anos, mas que insistem em acreditar que estão consumindo o último lote!! O número de mulheres consumindo ergogênicos hormonais achando que é suplemento é crescente, e as que consomem sabendo bem o que é também. Não somente mulheres, mas homens também; e é triste ver o profissional indicando somente por uma "disputa de mercado", onde o profissional acredita que forçar uma resposta positiva do cliente o trará mais lucros/mais alunos/mais clientes.
- ESCOLHA bem o profissional que vai auxiliá-lo;
- Profissional não se deixe ENGANAR pela proposta brilhante e fórmulas milagrosas, lembre-se que poções mágicas nos contos de fadas na maioria das vezes prejudicava o mocinho da história;
- Saiba que para bons resultados é imprescindível dedicação e PACIÊNCIA, nada do que você consumir vai acelerar a resposta e fazer você ficar igual a quem pratica aqueles bons hábitos a anos!
- Profissionais: não devemos SEMPRE falar o que o cliente quer OUVIR, e sim devemos sempre orientar o melhor caminho para ele seguir. E, vale ressaltar que a escolha é sempre do cliente, assim como as consequências.
- E saibam que a nova imagem do corpo perfeito, quando alcançada, é fruto de treinos, dietas, descanso, muita dedicação deixando-se de lado muitos hábitos "considerados os normais pela sociedade", alguns casos ergogênicos hormonais, e principalmente: TEMPO, experiência, maturidade tanto muscular como psicológica!
Atalhos aceleram os benefícios E os malefícios.
Faça a sua escolha.
Seja consciente!
Lembrem-se que os padrões estéticos mudam constantemente, a pouco tempo atrás o "correto" era ser "magrela", e de tempos em tempos vão continuar mudando, então pense bem antes de fazer loucuras para agradar os outros, mude por você, pois as consequências virão e no mínimo deverão ter válido a pena
#ApenasUmDesabafo

Nenhum comentário:

Postar um comentário