sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Sementes e oleaginosas

São alimentos ricos em vários micronutrientes, os minerais e as vitaminas., são alimentos fontes de vitaminas antioxidantes, como a C e a E, vitaminas do complexo B, dos minerais: potássio, magnésio, cálcio, ferro, zinco, além de serem ricas em fibras.images (12)

Apesar de ter uma grande quantidade gorduras, podem ser consumidas diariamente por possuirem lipídeos de boa qualidade como ômegas 3, 6 e 9, que são essenciais para o bom funcionamento do corpo, prevenir TPM, e inclusive para o emagrecimento e hipertrofia muscular, pois ajustam todo o metabolismo energétivo.
Exemplos de sementes e oleaginosas que podemos consumir para regularizar o funcionamento do corpo:
Amêndoas, Sementes da abóbora, Gergelim, Castanha de caju crua, Sementes de melancia, Semente de linhaça, Castanha do Pará, amendoim, pistache, avelãs etc
Consuma diariamente 1 porção, aproximadamente, 1 colher de sopa de alguma oleaginosa e mais 1 de alguma semente na alimentação diária para se beneficiar com as suas propridades. Veja abaixo a propriedade da semente de girassol:
images (13)Semente de girassol: O girassol é originária do Peru, posteriormente levada para Europa pelos portugueses e espanhóis. Suas flores, sempre voltadas para o Sol, possuem sementes que são ricas em vitaminas D, E, e as do complexo B; minerias como ferro, cálcio, fósforo, sódio, magnésio e potássio. São comercializadas descascadas e torradas e servidas como aperitivos, ou na forma de farofa, em saladas...
Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato




quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Óleos

Conheça os óleos vegetais
images (11)Para uso culinário ou terapêutico há uma gama de óleos que podem ser usados no nosso dia-a-dia, além dos óleos de soja, canola, girassol e do azeite de oliva, há vários outros que trazem benefícios a nossa saúde, veja a seguir:
Óleo de Linhaça: ótima fonte vegetal de ômegas 3 e 6. Ajudam na redução de triglicérides e colesterol, na proteção de neurônios, agem como anti-inflamatório e minimizam nos sintomas da TPM e da Menopausa.
Óleo de Gergelim: fonte de ácidos graxos ômegas 3, 6 e 9, e de Vitamina E. Principal ação como antioxidante, protege as células do corpo dos radicais livres.
Óleo de Macadâmia: fonte de ômegas 6, 7 e 9. Promove o equilíbrio entre as frações de colesterol HDL e LDL, aumenta a lipólise (quebra de gordura) no fígado, /equilibra a secreção de sebácea na pele, além de auxiliar no controle da glicemia no sangue.
Óleo de Castanha do Pará: fonte de ácidos graxos insaturados ômegas 3 e 6. Modulador do sistema imune.
Óleo de coco: fonte de TCM— Triglicérides de Cadeia Média. Tem ação antioxidante e imune estimulante.
Óleo de alho: é um germicida natural com 1/10 de potência do antibiótico penicilina. Diminui a formação de toxinas no intestino e auxilia no controle da Pressão arterial;
Óleo de Prímula: fonte de Ácido Graxo Gama - Linolênico. Atua na redução dos sintomas da TPM.
oleos-vegetais-e-azeites-gorduras-amigas-da-saude-1-1-322Para ter estes benefícios, os óleos devem preferencialmente ser usados crus, em saladas, por exemplo. "Se usados em preparações, não devem ser aquecidos até soltar fumaça".
Para manter uma dieta equilibrada é preciso priorizar alimentos integrais, ricos em fibras e nutrientes, frutas e verduras e gorduras vegetais poli ou monoinsaturadas, como as encontradas em óleos vegetais. Mas, lembre-se que seu valor calórico é alto, assim os alimentos fontes de gorduras devem ser consumidos com moderação, devendo ser priorizada a qualidade da gordura.
óleos1Óleos, fontes de gorduras que são encarados como “vilões” de uma alimentação equilibrada!
Será que são realmente vilões?
 
 
 
Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato
















quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Líquido durante as refeições, pode?


comer-em-excesso-diabetes
Não!



Vamos ver porquê beber durante a refeição é prejudicial:


  • O líquido dilui o suco gástrico do estômago, suco esse formado por ácido clorídrico, enzima digestiva – pepsinogênio/pepsina, muco gástrico e fator intrínseco.O ácido clorídrico tem a função de reduzir o pH do estômago para deixá-lo ácido, para que a enzima digestiva seja convertida de pepsinogênio (desativada) para pepsina (ativada). O muco serve para proteger o estômago da ação do ácido e da pepsina, e o fator intrínseco serve para formar um complexo com a vitamina B12 para que essa possa ser absorvida.
    • Quando bebemos muitos líquidos durante images (9)as refeições prejudica a digestão, pois dilui o suco gástrico. Essa diluição faz com que o pH aumente aí o corpo tem que aumentar o seu trabalho para produzir maaais ácido para o pH baixar e ativar o pepsinogênio e completar a digestão. A conseqüência disso é a indigestão que resulta numa indisposição/cansaço.
  • Além disso, o alto volume de líquido dilata o estômago. Um dos sinais para o cérebro entender que está saciado é o tamanho desse órgão. Se você costuma dilatar muito ele o cérebro entendi que fica saciado somente quando o estômago chega naquele alto volume.
    • No almoço e no jantar tudo bem, o volume de comida é alto, porém as outras refeições o volume é menor fazendo com que a pessoa sinta fome o dia inteiro e conseqüentemente come mais.

O excesso de líquido no estômago dificulta a digestão podendo levar a uma gastrite!!!!!!!!
  • Outro fator é a mastigação! Muitos substituem a mastigação pelo consumo do líquido. Grande erro!
    Durante a mastigação produzimos a saliva que ajudar o alimento escorregar pelo sistema digestório! A saliva tem secreção levemente alcalina que junto com água e sais de glicoproteínas (mucina) são LUBRIFICANTES e ainda possuem ação de anticorpos. Além disso, possui enzimas digestivas para a digestão de carboidratos – por isso o açúcar derrete na boca. Outra enzima presente na saliva é a lisozima que quebra a mureína - parte das paredes das bactérias. A água ou o suco não contêm essas substâncias, por isso não substitui a salivação que é ativada pela MASTIGAÇÃO!!!!!

Em alguns casos que as pessoas têm uma disfunção que não produz saliva, seja por estarem fazendo algum tratamento quimioterápico/radioterápico, ou devido ao uso de alguns medicamentos para tratamento de depressão, essas pessoas produzem pouca saliva assim é aconselhado consumir líquido durante a refeição para facilitar o processo de digestão. Têm alguns casos que é necessário, mas estão associados a alguma doença de deglutição ou aconsumo de algumas medicações que reduzem a salivação.
10146-9144-imagemE, lembrem-se:  no estômago NÃO têm dentes! Para absorver aquela carne é preciso transformá-la em pó, imagine a dificuldade do estomago e intestino para realizar esse proceso! Por isso é importantíssimo mastigar bem, pois além de produzir saliva que facilita o transporte dos alimentos da boca para o estomago, facilita o trabalho de digestão em todo o resto do tudo digestório.
Quantidade de líquido:
  • Uma baixa quantidade de líquido, em torno de 200 ml, não prejudica a digestão, mas vale ressaltar que é melhor consumir sucos naturais que ajudam na disponibilidade dos nutrientes da refeição, exemplo suco de acerola que contém vitamina C que ajuda na bio-disponibilidade do mineral ferro presente no feijão. Mas, NÃO use esse suco como coadjuvante da mastigação, hein.
Tempo de intervalo para consumir líquido entre as refeições almoço e jantar:
  • Não adianta tomar o líquido logo antes ou logo após!!!!!!!!!!! Muita gente diz: "eu não toma líquido enquanto como, tomo somente logo após ter acabado de comer"... dá na mesma! Pois, a comida ainda está no estômago.
  • O intervalo entre o consumo de líquido e a refeição deve ser: Antes +/- 30minutos, Após +/- 60 minutos!

Evite as bebidas alcoólicas ou gaseificadas!!!!!

Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Como “ler” e entender os rótulos dos alimentos?

 

Rótulos! Não se deixe levar pelos “claims”, informações destacadas, nos rótulos, leia atentamente! Rótulos de alimentos vão ter mais informação tertulia-conversas-rotulagem

É nos rótulos onde encontramos todas as informações relativas às propriedades nutricionais do produto que vamos adquirir.

 

Primeiro ponto importante:
  • A lista de ingredientes está em ordem DESCRESCENTE, mostrando primeiro o que tem em maior quantidade e terminando com o que tem menor quantidade.
Outras questões: na tabela contém informações numéricas dos principais nutrientes para o nosso organismo ou para quem precisa ter um controle alimentar.
lightdietNa rotulagem há declarações de propriedades nutricionais do produto onde descreve se esse é “diet”, “light”, “zero”, “integral”, “0% de gordura trans”, “com ômega 3” etc e na tabela descreve quantitativamente os nutrientes.
A avaliação deve ser feita usando como referência a coluna da esquerda com o “valor referencial” para consumo do adulto ou da criança.
Devemos nos atentar a quantidade de sódio para que esse não esteja muito próximo do recomendado para um dia. Olhar a quantidade de gorduras saturadas e trans. Preferir alimentos que sejam fontes de fibras, que contenha 2 ou mais gramas desse nutriente.
 
Entendendo os itens declarados:
  • Sódio: é um mineral, micronutriente, images (8)encontrado em praticamente todos os alimentos. No organismo é imprescindível, para o bom funcionamento celular, porém em grande quantidade pode sobrecarregar as funções dos rins, causando retenção de líquido e por consequência sobrecarregando o coração causando um aumento na pressão! Por isso devemos consumir alimentos com baixa quantidade desse nutriente.
    • Na indústria o sódio é utilizado para conservar os alimentos e por isso embutidos, enlatados, sopas em pó e sucos em pó contém uma quantidade elevada desse nutriente.
  • Carboidratos: Nutriente que gera fonte de energia. É dividido em dois grupos os complexos e os simples. Os simples são os açúcares e os complexos são as farinhas, massas que podem ser integrais ou não. Esse nutriente é importantíssimo para o bom funcionamento do corpo para gerar energia, mas deve ser consumido controladamente, principalmente os simples, para evitar o acúmulo no organismo na forma de gordura. Sim, apesar de ser carboidrato o açúcar em excesso no organismo é convertido para gordura e é armazena no tecido adiposo que pode ser na região abdominal, culote, costas, braços etc. Frutas são ricas em carboidratos, por isso sucos tem uma elevada quantidade desse nutriente, pães e massas também são ricos nesse nutrientes por isso devemos nos atentar na quantidade de consumo. Doces, balas, chicletes, bolachas recheados são ricos em açúcares simples e por essa razão devemos limitar o consumo diário.
  • Proteínas: nutriente essencial para a construção de tecidos no organismo, como a pele e os músculos, assim como todos os tecidos do organismo. Os alimentos fontes de proteína geralmente são os de fonte animal, mas hoje com o crescente mercado da soja temos a opção de alimentos a base de nutriente também ser fonte de proteínas.
  • Gorduras totais: nutriente importantíssimo para o funcionamento do organismo. Hormônios são produzidos a partir de gordura e o cérebro, cerca de 60%, desse órgão é feirto de gordura, MAS não é qualquer tipo de gordura, é feito pelas gorduras que chamamos de “boas” as insaturadas e poliinsatudas. Por isso devemos nos atentar na rotulagem para essa informação.rotul
    • Gorduras saturadas: Esse tipo de gordura é encontrada em alimentos de origem animal e podem causar problemas vasculares quando consumidas em excesso, e devido a isso devemos atentar-nos com a quantidade de consumo.
    • Gorduras trans: Gordura de origem vegetal que sofreu MODIFICAÇÃO química transformando uma gordura líquida em sólida para dar melhor palatabilidade aos alimentos a tornando numa gordura nociva ao corpo. Deve-se evitar o máximo que puder.
  • Fibras: Tipo de carboidrato encontrado no reino vegetal que não temos a capacidade de absorver e que tem ação no funcionamento intestinal, aumentando o bolo fecal facilitando a evacuação. Além disso, é importante ter um bom consumo de fibras pois essas ajudam no controle glicemia (açúcar no sangue) e lipidemia (gordura no sangue).

 

Valores de referência:

Os valores de referência dos dá uma boa base de quanto de calorias e de nutrientes devemos consumir por dia, separado em valores de referência para adulto e para crianças.

Informações importantes:

  • Alguns produtos descrevem o tipo de carboidrato, qual a quantidade de açúcares presente no produto, quais os tipos de gordura de além de saturada há as insaturadas e poli-insaturadas.
  • Data de validade é importante ser avaliada! Muitas vezes na correria não nos atentamos e compramos uma grande quantidade de um produto com data próxima a validade e perdemos esse alimento.
  • rotuloGosto de avaliar o produto pela lista de ingredientes pois, dá uma boa noção da qualidade desse alimento, informando o tipo de gordura adicionada, se é uma gordura vegetal hidrogenada (fonte de trans) ou se é um óleo, ou se o pão integral é feito com farinha integral ou farinha branca, ou se o suco pronto contém mais açúcares do que o próprio suco (lembre-se que se o ingrediente está listado como primeiro esse é o que contém em maior quantidade), se no produto há muitos conservantes e corantes muitas vezes descritos com números que não entendemos muito bem.
  • É importante atentar-se na PORÇÃO! Esquecemos de avaliar o produto por esse quesito. Pegamos um pacote de bolacha recheada, vemos a quantidade de açúcar e gordura e não nos atentamos que aquela informação é para SOMENTE 30g do produto (cerca de duas unidades).
    • Cada grupo de alimentos tem uma porção padrão! Para os pães a porção é de 50g, sucos e bebidas 200ml, biscoitos e bolachas recheadas 30g, etc. Atente-se a essa informação.
  • Claims! Chamadas dos produtos. Cada vez mais as embalagens estão mais chamativas, com mais informações e acabamos nos pimages (7)erdendo no alto número de claims como os zero, diet, light, integral entre outros. Mas, vale a dica quanto aos “zeros”: Nem sempre quando informam “zero” quer dizer que “não contém”! Existe um valor referencial que nos indica uma quantidade mínima em gramas ou miligramas de cada item que precisa ser declarado. Assim, se um alimento contém ≤ 0,2 de gordura trans essa informação não precisa ser declarada, porém eles não podem colocar que não contém e por isso muitas vezes informam 0% de gordura trans ou 0 (zero) de gordura trans, não porque não contém e sim porque contém uma quantidade não significativa de acordo com uma tabela que a ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária) disponibiliza para a realização de tabela.
Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato






segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Integrais

imageCuidado! Nem todo alimento com alegação de ser integral contém SOMENTE carboidratos INTEGRAIS
O que são alimentos integrais?
Não há uma legislação específica que defina como deve ser um produto integral, mas o Ministério da Saúde considera alimento integral aquele que sua estrutura não foi alterada, mantendo integridade de seus nutrientes sem perder os valores quantitativos e qualitativos. E por isso muitos se confundem com a grande oferta de opções de integrais na prateleira.

Bora desconfundir?
Considere um pão integral ou biscoito integral ou macarrão integral aquele que contiver na sua composição FARINHA DE TRIGO INTEGRAL! Melhor ainda se não tiver associado a farinha de trigo refinada.
Muitos pães são feitos com farinha de trigo refinada e com a adição de alguns cereias, o mais comum é a fibra de trigo. Isso faz com que o teor de fibras do pão aumente, porém não faz com que esse pão seja considerado integral, nem que tenha um índice glicêmico mais baixo.
Exemplos de Macarrão com Farinha de trigo refinada com adição de algum cereal integral para se caracterizar como integral:
image

Exemplos de Macarrão feito 100% com Farinha de trigo INTEGRAL:
image
O mesmo acima acontece com os pães e com os biscoitos.
Os pães que contém somente a farinha de trigo 100% integral na sua composição vem com a alegação de Pão 100% integral:
image
Não se deixe enganar. Escolha aqueles alimentos que cont1enham 100% de farinha do tipo integral na sua composição.
Bora atentar-se a LISTA DE INGREDIENTES!
OBS: Leite integral e iogurte integral são aqueles alimentos que mantém a sua estrutura, integridade de seus nutrientes e os seus valores quantitativos e qualitativos. Nesse caso com a quantidade de gordura mais elevada comparada aos semi-desnatado e aos desnatados.
Att,
Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato






domingo, 4 de agosto de 2013

Os Benefícios do Gengibre

 
O gengibre, uma raíz, possui propriedade que variam de tônico, digestivo, expectorante até a afrodisíaco.
Nele contém mais de 400 substâncias, dentre as conhecidas com princípio ativos são os terpenos ou óleos voláteis: como o zingibereno, bisaboleno, geraniol, acetato de geranila, gingeróis, chugaóis, zingiberol, beta-felandreno, boeneol, linalol, acetatos e caprilatos de zingiberol, entre outros.

images (4)

 

Quais os seus benefícios?

O gengibre apresenta inúmeras propriedades farmacológicas, exercendo nos sistemas digestório, nervoso central e cardiovascular.
Age como estimulante para o Trato Gastro Intestinal, aumentando o peristaltismo e o tônus do músculo intestinal, impede a formação de gases no aparelho digestivo. Utilizado no tratamento de quimioterapia, e de movimentos em viagens de carro e de barco.
Os extratos de gengibre estimulam os centros vasomotor e respiratório melhorando a respiração em casos de congestionamento nasal , auxiliando no combate de gripes, resfriados, catarros crônicos, tosses, fraquezas do estômago, rouquidão e bronquites.
Tem ação anti-inflamatória sendo eficaz nas desordens reumáticas e artríticas. images13
Fazer compressa das raízes para as dores externas reduz as dores reumáticas, no nervo ciático e nevralgias.
É uma excelente fonte de antioxidantes. Ajudando no rejuvenescimento da pele e dos órgãos em geral.
 

Uso:

Pode ser usado fresco, seco, em conserva ou cristalizado

beneficios-cha-de-gengibre
  • Fresco: usa-se em preparações culinárias ou para o preparo de infusões.
  • Seco: para o preparo de infusões ou compressas.
  • Conserva: utilza-se na culinária também.
  • Cristalizado com açúcar: usado como confeito para irritações na garganta ou cristalizado no sal.

 

Quais outras funções ele tem?

Contra enjoo e náuseas o uso de chá infusão ajuda muito, tanto náuseas causadas por movimento quanto a causa pelo tratamento quimioteápico.
Descongestionante e expectorante pode ser obtida mastigando um pedaço pequeno do rizoma.
Ação nas dores reumáticas, nervo ciático e nevralgias pode ser conseguido usando uma compressa com o chá de gengibre ou até mesmo com óleo de gengibre.
Externamente, pode causar queimaduras ou irritações, por isso, deve ser observado o local da aplicação, principalmente pessoas com a pele muito sensível ou com eczema.
Antes de usar o óleo na pele, pela primeira vez, deve ser feito um teste de reação, misturando uma gota do óleo com algumas gotas de outro óleo neutro colocando-se nas dobras do cotovelo ou joelho e aguardando cerca de 24hs. Caso a pele não apresente nenhuma reação: vermelhidão e nem coceira, pode ser empregado, porém com moderação.
Função erétil: devido sua ação estimulante do sangue, auxilia na prolongação da  função erétil;
 

Receitinha:

images (5)

Para reduzir os gases / flatulência:

Ingredientes:
  • Uma colher de chá de rizomas (raiz) fatiadas;
  • Água
Preparo:
  • Ferva água, desligue o fogo e adicione os rizomas. Abafe, espere amornar, coe e consuma. ;)
Para Estimular o sistema digestório e ajudar na absorção de nutrientes:
Ingredientes:
  • Duas colheres (chá) de suco de limão;
  • Duas colheres (chá) de mel;
  • Uma pitada de sal;
  • Duas colheres (chá) bem cheias de gengibre ralado na hora.
Preparo:
  • Misture todos os ingredientes e consuma uma colher (chá) 20 minutos antes de cada refeição.
  • Estimula e equilibra o sistema digestório, extraindo o máximo de nutrientes dos alimentos.
  DICA: Ao cozinhar feijões adicione gengibre fatiado e alho para reduzir as substâncias que ajudam na formação de gases!!! ;)

Importante:

  • Pessoas com problemas cardíacos devem consumir com moderação;
  • Apesar de ser recomendado o uso do gengibre para problemas estomacais para pessoas com úlcera ativa o consumo da tintura pura (maior concentração de ativos) deve ser evitada;
  • Pela presença dos terpenos, um óleo, assim como o limão, deve-se atentar-se após manipular higienizar as mãos para não machucá-las e para evitar a exposição solar para não manchar a pele.

 

Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato


















sábado, 3 de agosto de 2013

Cafeína: vilã ou boazinha?

É indiscutível que a cafeína causa bons efeitos no organismo, mas será que para todos, na mesma quantidade, causará somente benefícios?

Bem, algo que preocupa quanto ao consumo da CAFEÍNA, e veja que estou falando da substância ISOLADA, consequentemente em maior concetração, é quanto o aumento da pressão arterial e aumento da secreção ácida gástrica. Fatores esses que pessoas com problemas cardíacos e/ou com problemas gástricos devem avaliar a consumo para não agravar os casos.

Não há nada documentado que a Cafeína ou o café seja CAUSADOR de problemas cardíacos e gástricos.
Abrindo um parenteses: O consumo excessivo de café é sempre relacionado a problemas gástricos, como a gastrite, mas vale ressaltar que muitas pessoas que consomem muito café, na grande maioria das vezes não consome alimentos nos intervalos substituição uma ou mais refeições pelo consumo excessivo de café. Outro fato importante é a qualidade desse café! Consumimos, muitas vezes, cafés de má qualidade o que agrava a sensibilidade gástrica!

Um erro constante que eu vejo quanto ao uso da cafeína é por pessoas que estão numa fase de trabalho e/ou estudos exaustivos e usam a cafeína para manter-se em alerta nas suas atividades.

No início funciona bem.
Dependendo do caso, como pessoas das forças armadas que ficam de plantão por um longo período e precisam ficar alertas, o consumo da cafeína ajuda, maaaaaas quando isso acontece com uma certa frequência, sem o sono ADEQUADO para reparar e recuperar o organismo esse consumo pode prejudicar o corpo. O consumo de cafeína, em altas quantidades, consumida constantemente, para corrigir falhas de um sono inadequado, causa um rebote de sono que pode até causar acidentes. A pessoa sente-se tão cansada, de um tempo para outro, que se trabalhar com máquinas ou estiver dirigindo, pode dormir causando acidentes.

Lembrem-se que o que diferencia um remédio de uma veneno é a dose!

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato
nutricionista esportiva

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

OVOS

clip_image001Sempre damos muita ênfase a clara, rica em albumina, proteína de altíssimo valor biológico! Mas, será que os ovos são apenas fontes desses 'blocos construtores” do nosso organismo?
As proteínas são fontes para praticamente o nosso organismo inteiro, desde cabelos até músculos.
Porém, há outras fontes também!
· Os minerais zinco e selênio e das vitaminas A,clip_image002 B, D e E;
· Além disso têm lecitina e colina, nutrientes importantes para o cérebro, ajudando na memória, na concentração e no estado emocional saudável;
· E mais, são importantes fontes dos fito-químicos luteína e zeaxantina, que contribuem para a saúde dos olhos.
Mas e o COLESTEROL?clip_image003
Hoje é comprovado cientificamente que não há relação entre o consumo de ovos e o aumento do nível de colesterol ruim no organismo.
O problema está na no modo de preparo e na quantidade diária! O processo de fritura utiliza óleos vegetais que ao serem aquecidos sofrem alterações em seus componentes, tornando-se fontes de gorduras saturadas, extremamente prejudiciais à saúde.
clip_image004Portanto, os ovos podem ser utilizados em outras diversas formas interessantes, tais como: cozidos, mexidos, pochê, omeletes, ao forno e incorporados em diversas receitas culinárias, QUE IRÃO SER BENÉFICOS À NOSSA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA.
Dicas:
· Guarde os ovos dentro da geladeira e não na porta, para evitar a variação de temperatura pela abertura e fechamento das mesma, reduzindo o risco de proliferação (crescimento) de bactérias;
· Não lave os ovos ANTES de guardá-los na geladeira! os ovos tem uma película protetora que impede a passagem de impurezas externas para dentro do ovo, se lavados prede-se essa proteção e o risco de contaminação aumenta;
· Para saber se um ovo está fresco ou velho: coloque-o num copo com água pura, se ele boiar está velho =/.
· Opte pelo consumo de ovos caipiras ou korin para evitar o consumo excessivos de substâncias como antibióticos, antifúngicos, hormônios etc.
· Para aqueles que consomem muuuuitos ovos por semana e acabam tendo que desprezar muitas gemas, devido ao alto consumo, opte pela claras pasteurizadas!!!
o https://www.facebook.com/photo.php?fbid=122234024583531&set=pb.121828167957450.-2207520000.1375334386.&type=3&theater
· Link interessante sobre ovos: http://www.ovosbrasil.com.br/
Bora consumir cerca de 4 ovos inteiros por semana para sempre consumir os nutrientes presente nesse ricos alimento clip_image005
#nutricionistaesportivavanessalobato


















quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Glucosamina

Treinos, treinos e mais treinos e de repente: Dor! Não estou descrevendo a dor muscular, que sabemos ser necessária, #NoPainNoGain, mas digo a Dor Articular! =/
A parte de fortalecimento correto, usos de anti-inflamatórios e tudo mais deixo com os professores de educação física, médicos e com os fisioterapeutas. Vamos falar de uma substância que pode ajudar nesse processo de recuperação e de prevenção! clip_image001
Glucosamina é um carboidrato! E é um dos principais integrantes das cartilagens.
Especificamente, a glucosamina é um aminossacarídeo produzido pelo nosso organismo a partir da glicose.
Como não há fontes alimentares, então o jeito é suplementar.
Fontes para suplementos: os exoesqueletos de crustáceos! Para quem tem alergia de crustáceos fica um alerta!!!
Mecanismo de ação
A glucosamina age no TGF-B1 (Fator de Transformação de Crescimento – β1) que é uma proteína que controla a proliferação, diferenciação celular e outras funções na maioria das células. Aumentando a produção de colágeno e glicosaminoglicanos, além de regular a produção da matrix celular, ajudando no reparo das cartilagens.
clip_image002[7]
Dosagem:
Usa-se em torno de 1500 mg/dia, fracionado, três vezes por dia.
Apresentação:
Em pó, na forma de sachê efervescente, ou em cápsulas. Para quem tem sensibilidade gástrica é mais recomendando o uso do pó, devido ao elevado números de cápsulas para atingir o consumo.
Quando usar:
Para quem já está com diagnóstico de Artrite ou alguma inflamação articular.
Na conduta clínica, para quem treina intenso, acredito na importância para prevenção! Não precisando ser algo constante, mas esporádico ou contínuo e porém em menor quantidade.
Outras ações:
Glucosamina ajuda na firmeza da pele!!! *-*
O ácido hialurônico componente importante da pele, e muito usado em clínicas dermatológicas para tratar e dar mais vida a pele, é um glicosaminoglicanos!!!!!! Entãaaaao, como a glucosamina estimula os glicosaminoglicanos, estimula a produção de Ácido hialurônico \o/. E de quebra ajuda na síntese de colágeno!!!! Ótima combinação para uma pele mais bonita clip_image003
Diabetes:
Por ser um carboidrato foi muito cogitado a associação da Glucosamina com a resistência a insulina, mas essa associação foi descartada. 
Associações:
clip_image004Por muito tempo a glucosamina foi associada ao consumo de condroitina, porém essa combinação causava muito desconforto intestino devido aos gases formados a partir da condroitina. Como foi visto que a glucosamina isolada consegue dar conta do recado essa associação atualmente é pouco utilizada.
clip_image005Muitos suplementos importados já vem com MSM (Metilsulfonilmetano) que é uma fonte de enxofre para o organismo e é importantíssimo para a formação de colágeno nas articulações.
E para as dores temos os anti-inflamatórios naturais: Gengibre, cúrcuma e açafrão.
Bem, sobre glucosamina é isso!
Logo mais eu volto!
Van nutri

#nutricionistaesportivavanessalobato