Pular para o conteúdo principal

Integrais

imageCuidado! Nem todo alimento com alegação de ser integral contém SOMENTE carboidratos INTEGRAIS
O que são alimentos integrais?
Não há uma legislação específica que defina como deve ser um produto integral, mas o Ministério da Saúde considera alimento integral aquele que sua estrutura não foi alterada, mantendo integridade de seus nutrientes sem perder os valores quantitativos e qualitativos. E por isso muitos se confundem com a grande oferta de opções de integrais na prateleira.

Bora desconfundir?
Considere um pão integral ou biscoito integral ou macarrão integral aquele que contiver na sua composição FARINHA DE TRIGO INTEGRAL! Melhor ainda se não tiver associado a farinha de trigo refinada.
Muitos pães são feitos com farinha de trigo refinada e com a adição de alguns cereias, o mais comum é a fibra de trigo. Isso faz com que o teor de fibras do pão aumente, porém não faz com que esse pão seja considerado integral, nem que tenha um índice glicêmico mais baixo.
Exemplos de Macarrão com Farinha de trigo refinada com adição de algum cereal integral para se caracterizar como integral:
image

Exemplos de Macarrão feito 100% com Farinha de trigo INTEGRAL:
image
O mesmo acima acontece com os pães e com os biscoitos.
Os pães que contém somente a farinha de trigo 100% integral na sua composição vem com a alegação de Pão 100% integral:
image
Não se deixe enganar. Escolha aqueles alimentos que cont1enham 100% de farinha do tipo integral na sua composição.
Bora atentar-se a LISTA DE INGREDIENTES!
OBS: Leite integral e iogurte integral são aqueles alimentos que mantém a sua estrutura, integridade de seus nutrientes e os seus valores quantitativos e qualitativos. Nesse caso com a quantidade de gordura mais elevada comparada aos semi-desnatado e aos desnatados.
Att,
Van nutri
#nutricionistaesportivavanessalobato






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Probióticos

O que são Probióticos?

São microorganismos vivos que numa quantidade controlada causam benefícios ao nosso organismo.Existem no mercado alguns produtos com alegação de probióticos como os Leite Fermentados Sofly, Actimel, Yakult (yakult e yakult +30), os iogurtes Activia, Biofibras e Lective, e além dos vendidos em sachês ou cápsulas com uma maior concentração e/ou variedades de cepas (tipos) de probióticos.

Para um produto ser considerado como probiótico é necessário conter uma quantidade mínima de 108 unidade formadora de colônia (UFC) que cheguem VIVAS até o intestino.Vale ressaltar que tudo que consumimos tem que passar pela boca, esôfago e estômago para chegar até o intestino, e lembre-se também que o nosso estômago tem o pH Ácido, fator limitante para a chegada dos microorganismoa vivos até o intestino.Então, a quantidade de microorganismos nos produtos têm que ser superior a 1X108 = 100.000.000 UFC, pois alguns não resistiram ao pH ácido do estômago!Para proteger os microorgani…

Colágeno e Firmeza da pele

ATUALIZADO EM 18/maio/2016

O que é colágeno? Colágeno é uma proteína (Proteína é o "coletivo" de aminoácidos) que tem como função principal dar estrutura, sustentação celular, sendo componente de pele, ossos, cartilagens, ligamentos e tendões.
Os aminoácidos que formam o colágeno na sua grande maioria são: lisina, glicina, prolina e hidroxiprolina. Mas, também contêm na sua cadeia os outros 17 aminoácidos, porém em quantidades reduzidas.

Nosso corpo sintetiza vários tipos de colágeno, porque esse compõe várias partes do corpo como a matriz orgânica dos ossos, os tecidos conjuntivos de todos os nossos ligamentos (tendões), constitui também a pele, o cabelo, o sangue e os vasos sanguíneos. Para cada local o corpo sintetiza um tipo de colágeno diferente.



Tipos de colágeno:
TIPOFunçõesIEste é o colágeno mais abundante do corpo humano. Está presente no tecido cicatricial, o produto final quando tecido cicatriza por reparação. Pode ser encontrada nos tendões, pele, paredes da artéri…

UC-II - O novo colágeno?

Há muito tempo escrevi uma postagem sobre a proteína colágeno e vi que muitas pessoas se interessam pelo assunto.
Descrevi que temos cerca de 14 tipos diferentes de colágeno. E, que o colágeno hidrolisado que consumimos na forma de suplementos já foi digerido, sendo assim absorvemos os aminoácidos para a produção – lisina, glicina, prolina e hidroxiprolina.

Já na nossa corrente sanguínea, nas nossas vias metabólicas, o corpo irá decidir para qual dos 14 tipos de colágeno será feita a conversão. Lembrando sempre que são necessários vários nutrientes para isso.  E, que na maioria das pessoas o limitante na produção dessa proteína e mais os micronutrientes do que os aminoácidos.

Pois bem! Fui apresentada ao UC-II. De início fiquei desconfiada, pois não havia entendido o modo de ação. Eu comparava ao modo de ação do colágeno hidrolisado, que você consome uma dose de 5 a 10g, com os micronutrientes, e o organismo decidirá qual forma do colágeno vai produzir, e usará os aminoácidos como matéria-…