segunda-feira, 23 de abril de 2012

Cuidado! Nem todo alimento com alegação de ser integral contém SOMENTE carboidratos INTEGRAIS


grão de trigoO que são alimentos integrais?
Não há uma legislação específica que defina como deve ser um produto integral, mas o Ministério da Saúde considera alimento integral aquele que sua estrutura não foi alterada, mantendo integridade de seus nutrientes sem perder os valores quantitativos e qualitativos. E por isso muitos se confundem com a grande oferta de opções de integrais na prateleira.
Bora desconfundir?
Considere um pão integral ou biscoito integral ou macarrão integral aquele que contiver na sua composição FARINHA DE TRIGO INTEGRAL! Melhor ainda se não tiver associado a farinha de trigo refinada.
Muitos pães são feitos com farinha de trigo refinada e com a adição de alguns cereias, o mais comum é a fibra de trigo. Isso faz com que o teor de fibras do pão aumente, porém não faz com que esse pão seja considerado integral, nem que tenha um índice glicêmico mais baixo.
Exemplos de Macarrão com Farinha de trigo refinada com adição de algum cereal integral para se caracterizar como integral:
Taeq pacialvitao parcial
taeq parcialmente integral
Petybon parcialmente integral
renata parcial
Exemplos de Macarrão feito 100% com Farinha de trigo INTEGRAL:
mãe terra 100integral
baronia 100integral
ecobio 100integralbarilla 100integraljppereira 100integralexcelsa 100integralbendita terra 100integral
O mesmo acima acontece com os pães e com os biscoitos.
Os pães que contém somente a farinha de trigo 100% integral na sua composição vem com a alegação de Pão 100% integral:
pães 100integral

Não se deixe enganar. Escolha aqueles alimentos que cont1enham 100% de farinha do tipo integral na sua composição. Smiley piscando
Bora atentar-se a LISTA DE INGREDIENTES!

OBS: Leite integral e iogurte integral são aqueles alimentos que mantém a sua estrutura, integridade de seus nutrientes e os  seus valores quantitativos e qualitativos. Nesse caso com a quantidade de gordura mais elevada comparada aos semi-desnatado e aos desnatados.

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

quinta-feira, 19 de abril de 2012

FLACIDEZ! Sabia que existe flacidez muscular e Flacidez tecidual?????

 

capaflacidez-300x248          flacidez tecidual

Na postagem sobre Colágeno (http://www.vanessalobato.com/2009/06/colageno-sera-que-auxilia-na-firmeza-da.html) e nas consultas nutricionais percebo que muitas pessoas reclamam que tem FLACIDEZ, mas poucas sabem que a flacidez que possuem é muscular e não tecidual.

Vamos ver as diferenças???

Primeiro: O que é Flacidez?

É a atrofia da pele e/ou muscular levando a diminuição da atividade motora e de funcionamento de órgãos.

O que causa?

  • Radiações UV;
  • Poluição;
  • Diminuição na produção de colágeno e/ou de elastina;
  • Diminuição no tônus muscular;
  • Alterações hormonais;
  • Falta de nutrientes na alimentação.

Flacidez tecidual: deve-se a deficiência de nutrientes para a formação da estrutura tecidual;

Flacidez muscular: atonia muscular – falta de tônus muscular!

Porquê acontece a confusão?

A confusão acontece ou porque a pessoa têm os dois tipos de flacidez ou porque como a pele é sobreposta ao tecido muscular se este estiver flácido, consequentemente a pele aparenterá desinforme e isso causa a impressão da pele estar flácida.

 

Flacidez Muscular:

A principal causa dessa flacidez  é o SEDENTARISMO.

O que dá TÔNUS muscular é a solicitação das fibras musculares para executarem uma força. A musculatura frequentemente solicitada, mesmo em repouso, recebe do SNC (Sistema Nervoso Central) um sinal para permanecer em semi-contração o que deixa a aparência muscular “mais firme”. Outra questão é que com a prática esportiva há a necessidade de reconstrução constante dessas fibras deixando as fibras musculares mais cheias e com isso mais firme, tonificadas.

Pense num saquinho de geladinho. Quando esse está cheio o plástico fica lisinho, colado ao composto dentro dele. Porém, conforme o geladinho vai sendo consumido esse vai se esvaziando e ficando mais amolecido. É isso o que acontece com a musculatura. Enquanto treinamos deixamos as nossas fibras musculares cheias e quando ficamos sedentários essa musculatura vai sendo perdida e as fibras vão ficando murchas =/

SE você não utiliza, não faz força, deixa de renovar e acaba atrofiando / perdendo fibras musculares causando perda de massa muscular com consequente perda de estrutura!

E ainda há outro fator que ajuda a flacidez muscular que são as fibras conjuntivas (tecido que compõe a massa muscular para dar estrutura as fibras). Essas com o aumento da fibra muscular aumentam de tamanho para dar mais sustentação aos músculos, porém com a parada brusca com a prática esportiva, esse tecido fica sobrando* no local dando uma aparência de frouxidão / flacidez.

* tecido conjuntivo para crescer ou diminuir precisa de nutrientes. Porém quando paramos bruscamente com uma atividade física o local fica menos vascularizado o que impede a chegada de NUTRIENTES ao local, impedindo que esse tecido conjuntivo seja constituído.

Flacidez Tecidual:

O causador é a desestruturação do colágeno e da elastina que pode ser causado pelo consumo inadequado dos nutrientes formadores dessas proteínas ou por fatores genéticos ou hormonais.

Leia também sobre Whey Proteína proteína completa que ajuda na reconstrução muscular.

Att,

Vanessa Lobato

Nutricionista Esportiva