quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Café




Cafézinho! Eu amo!

Posso dizer que é o meu ponto fracos pois amo esta bebida! 

Tomo sem adoçar, pois o sabor é maravilhoso!!! =)

Como muitos brasileiros tem o hábito de consumir diariamente, vou descreve um pouco sobre essa bebida e as suas propriedades!



Qual a composição dessa bebida?
  O mais conhecido componente dessa saboroza bebida é a cafeína, entretanto, há outras substâncias como as lactonas, a celulose que estimula os intestinos; os minerais, que são aproveitados no organismo; os açúcares que dão o toque final ao sabor; e o material lipídico, responsável pelo aroma. Restam ainda as proteínas, que formam a tinta e dão cor ao café, e o tanino que interfere no sabor.


Especificações e Certificação do café:
Muito lemos sobre as propriedades do café, porém esquecemos que para a realização de um estudo a utilização de uma boa matéria-prima é essencial. Quando verificamos uma boa propriedade de um alimento é importante verificar a procedência desse, assim como quando verificamos uma efeito negativo.
Sabemos, que no Brasil há uma variedade imensa de tipos de cafés vendidos em supermecados ou em lojas especializadas, e a grande diferença nas propriedades pode estar exatamente aí, na procedência. Então vamos entender como funciona essa questão de certificação do café:
Para ser considerado café especial, os grãos devem ter certificação de origem emitida pela BSCA, identificados com o nome da fazenda em que foi produzido e selo de responsabilidade social e ambiental. O selo tem uma numeração que, quando acessada via internet, informa o tipo do café, o local onde foi produzido e a safra, além de apresentar outros dados.
Para obter o selo, além de uma boa safra questões trabalhistas, instalações onde são acomodados os empregados e a segurança no manuseio de ferramentas e equipamentos. Para a conquista da certificação o empreendimento tem que ser sustentável, ter método de produção adequado e grãos de alta qualidade.
O termo Café Especial foi usado pela primeira vez nos Estados Unidos, em 1974, por Erna Knutsen. Insatisfeitos com a qualidade do café importado, os americanos se reubscaniram e criaram uma associação para defender seus interesses qualitativos sobre o café, e nomearam este grupo de SCAA (Specialty Coffee Association os America). A partir de então, todo café deveria passar por uma seleção prévia para ser aceito. Nesta seleção, alguns pré-requisitos deveriam ser cumpridos, e os avaliadores eram os próprios compradores através de seus experientes provadores contratados. Os pré-requisitos seriam:
1) Cafés 100% Coffea Arabica; 2) Avaliação de apenas 300 grs de um lote; 3) Isenção de defeitos primários (que alteram o sabor); 4) Pontuação acima de 80 por 3 provadores profissionais.
De posse destes itens o café receberia um selo que garantiria sua qualidade.
No Brasil, a BSCA (Brazil Specialty Coffee Association) começou a atuar em 1992, fundada por fazendeiros interessados em melhorar a qualidade do café!
Tipos de café:
Espécies: Existem inúmeras espécies de café cultivadas no mundo, mas no Brasil conhecemos apenas duas: o café Arábica (Coffea Arábica) e Café Robusto (Conillon). Cada espécie, por sua vez, tem um grande número de variedades e linhagens.
  • O Arábica produz cafés de melhor qualidade, mais finos e requintados. Tem grãos de cor esverdeada, é cultivado em regiões com altitude acima de 800m e é originário do Oriente, de onde resulta seu nome (Etiópia, Yemem).
  • O Robusta é originário da África, tem um trato mais rude e pode ser cultivado ao nível do mar (altitudes mais baixas). Não possui sabores variados e refinados como o arábica, dizendo-se que tem um “sabor típico e único”. Sua acidez é mais baixa e, por ter mais sólidos solúveis, é utilizado intensamente nos cafés solúveis. Seu teor de cafeína é maior do que nos arábicas.
Misturas
Grãos de diferentes variedades, origens e tipos de preparo geralmente são combinados para formar diferentes blends do produto final.
O blend, ou liga, é o grande segredo da qualidade da bebida, já que é o responsável pela característica e qualidade de determinada marca de café, e pela fidelidade do consumidor a esta marca.
Cada marca de café tem o seu próprio blend e todos de boa qualidade.

Tipos de Café
    evolução do cafezinho
  • Pó de Café (torrado e moído) – dependendo do grau de moagem, esse tipo pode ser utilizado para preparar o café de coador ou o espresso.
  • Grãos de café torrado – os grãos de café são apenas torrados, mas não moídos. Mais comum para café espresso, esse tipo de produto também está na preferência de consumidores de café coado que não dispensam pó sempre fresco.
  • Café solúvel – os grãos são torrados e moídos, depois seus sólidos solúveis são extraídos e solubilizados, resultando o produto na forma de grânulos ou pó.
  • Café aromatizado – café com adição de aroma.
  • Café gourmet – trata-se de uma indicação comercial de que o produto é o melhor dentro de uma determinada marca ou categoria.
  • Café orgânico – produzido em lavouras sem o uso de agrotóxicos fertilizantes químicos.
  • Café descafeinado – a cafeína é extraida dos grãos verdes de café, antes de eles serem torrados. Para ser chamado de descafeinado, um café tem que ter mais de 97% de sua cafeína retirada.
Preparo do café cafés

  • Café Percolado: a água passa pelo café torrado e moído, extraindo-lhe parte das substâncias que irão compor a bebida. A preparação do café percolado pode ser:
    - A frio: o café torrado e moído é deixado em infusão em água fria por um período de cerca de 12 horas. O resultado é um café muito forte, geralmente utilizado no preparo de bebidas frias ou servir como ingrediente em culinária.
    - A quente sem pressão e com filtro: neste tipo de preparo obtém-se o café filtrado, despejando água quente (não fervida) sobre o café torrado e moído que se encontra em um filtro ou coador.
  • Café espresso: o café é percolado a quente, mas sob pressão em máquina apropriada.
  • Café instantâneo ou solúvel:  os grânulos de café preparado industrialmente são simplesmente dissolvidos diretamente em água fervente.
Agora que já conhecemos mais sobre o café, vamos falar mais afundo, em uma nova postagem, sobre um dos principais ativo dessa bebida: a cafeína!!!!

Quer mais informações sobre café, acesse: Sebrae e Mexidos de idéias!

Att
Vanessa Lobato

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Adoçantes

adoçantes a
http://www.vanessalobato.com/2009/07/adocantes-dieteticos.html

Nutricionista Esportiva Vanessa Lobato no TOP BLOG 2012

download
 
O Top Blog 2012, prêmio dedicado para eleger grandes nomes da blogosfera. É a primeira vez que estou participando! Ajuda aí pessoal =)
Para participar, basta clicar aqui e registrar seu voto!
Um detalhe importante é que se você votar com sua conta de e-mail, uma mensagem automática será enviada para sua caixa de entrada para que o voto seja confirmado. Não se esqueça de confirmar!
POR FAVOR, ajude o meu blog sobre suplementação e alimentação  ganhar destaque na blogosfera. Vote!




quarta-feira, 11 de julho de 2012

Dimethylamylamine–DMAA: oxyelite, lipo 6 black, jack-3d, 1-MR entre outros proibidos pela ANVISA no Brasil!

ddma com logo
Não acho que “proibição” seja a melhor maneira de educar, MAS numa população que a maioria não busca informação, acredito que essa seja a melhor opção para evitar danos.
Hoje, 10/07/12, foi proibida a venda do suplemento oxyelite® e similares que contenham Dimethylamylamine (DMAA).
DMAA é um estimulante do Sistema nervoso Central que é adicionado aos suplementos para auxiliar o emagrecimento, aumentar o rendimento atlético e como droga de abuso.
De acordo com a ANVISA “O DMAA tem sido adicionado indiscriminadamente aos suplementos alimentares, apesar de não existir  estudos conclusivos sobre a sua dose segura”.
Sabemos que por trás dessa proibição não há somente a preocupação com a saúde dos brasileiros, há também o mercado. A concorrência!
No ano passado a cafeína foi liberada no Brasil e após isso várias marcas nacionais lançaram vários suplementos com alegação termogênica, porém essas marcas perdem mercado para os importados.
Porém, a questão que muitas pessoas passam mal com o uso indevido desses suplementos é uma infeliz verdade.
O que eu vejo é que a grande maioria busca a fórmula mágica para o emagrecimento ou para o ganho de massa muscular! A grande maioria espera que algumas substâncias corrijam todos os erros alimentares e hábitos inadequados; A grande maioria quer mudar o corpo, mas poucos querem fazer algo para essa mudança. E é aí que mora o perigo!
Na busca do corpo perfeito fazem muitas besteiras! Tomam qualquer coisa a qualquer custo! E as consequências aparecem e por consequência a punição, que no caso do Brasil é a proibição.
No dia a dia no consultório ouço relatos absurdos. Pessoas que não praticam atividade física, que não tem base muscular que consomem termogênicos para “ACELERAR” o processo de emagrecimento. O processo é assim: a pessoa come de tudo e mais um pouco, perde noites de sono, consome muita bebida alcoólica e muito mais durante ANOS e querem que em DIAS, SEMANAS e alguns MESES tudo seja corrigido, e para isso consomem de maneira inconsequente e abusiva os termogênicos, e muitos ainda associam a medicamentos!!!
E têm aqueles que querem “crescer seco” e associam o consumo de um termogênico (tipo oxielite®) com um pré-workout (tipo Jack-3d) o que dobra o consumo de DMAA e potencializa os efeitos. Decida! Quer terforça, quer crescer ou quer secar????  Têm os “tentativa de Super-homem”, aqueles que não respeitam uma necessidade básica do corpo: o DESCANSO! E se entopem de pré-treino, abusam tanto que consomem um pré-treino antes do treino de luta, outro para antes do treino resistido e outro para ir a balada!!!!!
Muitas pessoas nem sabem treinar e querem melhorar algo que não tem! Há uma sequência lógica: Primeiro APRENDER, segundo APRIMORAR e depois MELHORAR/EVOLUIR. É um passo de cada vez. Esses iniciantes querem ter o mesmo resultado que uma pessoa que treina a + de 10 anos.
E, independente, do objetivo usam abusivamente de suplementos que possuem fins específicos para pessoas específicas com necessidades específicas!
Resumindo: Infelizmente, mais uma vez, pelo uso abusivo e indevido de muitos + os interesses $$$ de outros, algumas pessoas que poderiam se beneficiar desse tipo produto ficará sem ele!
 
Não sou contra suplementação! Apenas recomendo de acordo com a necessidade e não vontade do cliente.
 
Sem mais!
 
Para quem quiser mais informações:
 
 
PROCURE UM PROFISSIONAL HABILITADO PARA MELHOR ORIENTÁ-LO SOBRE O CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES!!
 
Att,
Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva

domingo, 1 de julho de 2012

Proteína da Carne bovina / Beef Protein –Carnivor


Há algum tempo foi lançado um suplemento proteíco que não tem como base nem o leite, nem o ovo e nem a soja, e sim a carne bovina.kaigreene
Usando o grande bodybuilder Kai Greene como “garoto propaganda” a musclemeds está investindo muito na divulgação desse novo produto.
Com alegação de conter muita proteína, rica em creatina e BCAA, o carnivor está cada vez mais ganhando o mercado.
Teoricamente a idéia é boa: consumir proteína muscular do boi para formar a sua base muscular! Porém, diferente da proteína do leite (Whey Protein e Caseína), do ovo (Albumina) e da soja, a proteína da carne bovina ainda não possui estudos em revistas indexadas que nos dê suporte suficiente para indicação.
O conhecimento atual é impírico.
Qual é a teoria? O músculo bovino, assim como o nosso, contém muito BCAA e muita creatina, assim se fracionarmos e o consumi-lo teremos mais desses nutrientes para a nossa formação muscular. Alegam ser melhor que o whey protein, proteína mais usada até hoje, em dietas de hipertrofia muscular. E ainda não contém lacotse (substância que causa intolerância a algumas pessoas).
O Beef Protein já vem hidrolisado, a proteína já está digerida, para facilitar a digestão!
Atualmente não há estudos científicos publicados sobre os reais efeitos biológicos dessa proteína, nem benéficos, nem maléficos. Isso não quer dizer que seja bom ou ruim, apenas serve como alerta para que o consumo não seja descontrolado.
Acredito que apenas temos mais uma OPÇÃO de proteína para ajudar nas dietas. Cada uma com uma função específica. Cada uma com o seu diferencial. Não acredito que o Whey protein por todos os seus benefícios (http://www.vanessalobato.com/2009/05/whey-protein.html) será substituído pelo Beef Protein, mas acredito que esse assim como a caseína e a albumina será uma opção de consumo.
As advertências no rotulagem são:
“Warning:
  • These statements have not been evaluated by the Food and Drug Administration. Produto não avaliado pela FDA. 
  • This product is not intended to diagnose, treat, cure or prevent any disease. Este produto não tem a intenção de diagnosticas, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.
  • Keep out of reach of children. Deixe fora do alcance de crianças.
  • Very low calorie protein diets (below 400 calories per day) may cause serious illness or death. Do not use for weight reduction in such diets without medical supervision. Dietas de proteínas com baixa calorias (abaixo de 400 Calorias pro dia) pode causar sérios problemas a saúde ou levar a morte. Não faça dietas para redução de peso sem supervição médica.
  • Not for use by infants, children or pregnant or nursing women.   Não ser usado por crianças, gestantes e lactantes.
Aguardo publicações para melhor informá-los. Por enquanto, vamos acompanhando os relatos de pessoas que testam esse suplemento Smiley piscando

Att,
Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Novidades de alimentos orgânicos


Hoje fui a feira Natural Tech ver as novidades de alimentos orgânicos. E montei uma listinha desses produtos!
Calma! Não pense você que os orgânicos são alimentos para quem é natureba!!! Também é rs, mas todos nós deveríamos consumir pelo alto teor de nutrientes e antioxidantes (com valor ORAC altíssimo). http://www.vanessalobato.com/2009/10/alimentos-naturais-x-xenobioticos.html
A unidade ORAC (Oxygen Radical absorvência Capacity), valor ORAC, ou "escore ORAC" é um método de medir a capacidade antioxidante de diferentes alimentos e suplementos. Foi desenvolvido por cientistas do National Institutes of Health. Embora a relação exata entre o valor ORAC de um alimento e seu benefício para a saúde não foi estabelecida, acredita-se que os alimentos mais elevados na escala ORAC mais eficazmente neutralizar os radicais livres. De acordo com a teoria de radicais livres do envelhecimento, isto irá retardar os processos oxidativos e danos de radicais livres que podem contribuir para relacionada com a idade degeneração e doença. http://www.oracvalues.com/
Leia mais sobre radicais livres e antioxidantes.
Tabela com os SUPER ALIMENTOS – Alimentos com elevado escore ORAC:
Bem vamos aos produtos!!! =)
  • Na minha opinião de CONSUMIDORA a melhor granola Tia Sônia, não é muito doce, é cheia de oleaginosas e bem crocante!!!! http://www.tiasonia.com.br/2011/
  • Com alegação de “somente fruta no frasquinho” a marca Quesberry trás geléias 100% frutas, purê de frutas, Smoothies, tudo SEM adição de açúcares, corantes e conservantes. Smothies e purê de frutas aprovadíssimos! Smiley piscando http://www.queensberry.ind.br/produto/48/smoothie#
    • O purê de fruta pode ser usado como prebiótico para auxiliar a flora intestinal junto com os probióticos. 
  • Petisco diferente: Algas marinhas crocantes da Fidbo que pode ser consumida sozinha ou adicionada a preparações para aumentar o valor nutriiconal dessas - http://www.fidbo.com.br/
  • Para os fãs de energético a Organique lançou um 100% orgânico composto por açaí, guaraná e erva-mate. Gostei do sabor! http://www.organique.com.br/
  • A Native Alimentos já é mais conhecida no mercado pelos seus produtos serem de mais fácil acesso a mercados convencionais. Mas, agora lançaram dois cereias matinais para as crianças, uma bebida de soja e barras de granola orgânicas sem flocos de arroz e sem adição de açúcares. http://www.nativealimentos.com.br/
  • Está crescendo no mercado as opções de chocolates com maior concentração de cacau e a marca VITAO não ficou atrás e lançou a linha de chocolates  “prazer sem culpa” que são todos sem adição de açúcares e com três opções de sabores: ao leite  diet (30% cacau), com castanhas (30% cacau) e o 50% cacau que é 0% lactose. Nhaaaaaaaam! Gostei do 50% cacau =) http://prazersemculpa.com.br/
  • Uma ótima linha de óleos também estava lá a Barlean’s no estande da Carduz (sua importadora). Eles possuem ômega 3 em frasco com sabor para aquelas pessoas que sentem incomodado com o sabor de peixe das cápsulas. Além de ter o óleo de coco na forma líquida que não sofre alteração de textura com as mudanças de temperatura! http://www.barleans.com/
  • A Monama Orgânico apresentou barras de cereais, granolas sem glúten, snacks de cereais, além do óleo de coco e farinha de coco. Variedade boa com excelente qualidade de produtos. https://www.monama.com.br/loja/
  • As barras de frutas orgânicas da Bio2 voltaram de cara nova e com uma família maior =)))) http://renks.com.br/produtos Agora com 3 opções: Barras de frutas, barras de castanhas e frutas e barras de cereais orgânicas, ambas têm 4 a 5 opções de sabores diferentes. Vale a pena conferir!
    • Além das barras a Bio2 lançaram “uma balinha” de gergelim com duas opções: com ou sem açúcar! Muito boa! A opção sem açúcar vem com manitol (carboidrato que protege os dentes).
  • Frootiva lançou um produto com frutas secas coberta de açaí e outra com copuaçu. Uma delícia. Tem a opção SEM adição de açúcares também. Vem porcionado em saquinhos com 20g ou em pacotes maiores com 200g. Ótima opção de lanche. Rico em antioxidantes so pó de açaí!!!!!!!! http://www.frootiva.com/
AÇAÍ!!! huuuuuuuuuuuuuuuum
Riquissimo em flavonóides com o indice ORAC ALTÍSSIMO é sempre recomendado para consumo, porém o açaí que chega para o vendedor final vem cheeeeeeeio de extrato de guaraná e açúcares =(
  • A Bio EcoBrazil está lançou tanto para o atacado quanto para o vendedor final um açaí orgânico liofinizado SEM açúcares! Que pode ser preparado em caso! Olha que maravilha!!! Acredito que demore um pouco para termos acesso, mas vale a informação que produto novo e de excelente qualidade está chegando no mercado! http://bioecobrazil.com.br/
  • E tinha até panela de cerâmica para evitar a contaminhação por metais pesados da marca Organic. http://www.panelaorganica.com.br/
Bem, essas são as informações interessantes que vi lá feira. Infelizmente nem todos os produtos serão fáceis de encontrar, maaaaaas sempre que souber de algo eu avisoSmiley piscando . Quem quiser ir lá visitar irá até o 27. Fica no Parque do Ibirapuera – Portão 3 – Prédio da Bienal! E já aproveite para ter mais contato com a natureza Smiley piscando

Att
Van nutri
Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Probióticos



O que são Probióticos? probioticos

São microorganismos vivos que numa quantidade controlada causam benefícios ao nosso organismo.
Existem no mercado alguns produtos com alegação de probióticos como os Leite Fermentados Sofly, Actimel, Yakult (yakult e yakult +30), os iogurtes Activia, Biofibras e Lective, e além dos vendidos em sachês ou cápsulas com uma maior concentração e/ou variedades de cepas (tipos) de probióticos.
Para um produto ser considerado como probiótico é necessário conter uma quantidade mínima de 108 unidade formadora de colônia (UFC) que cheguem VIVAS até o intestino.
Vale ressaltar que tudo que consumimos tem que passar pela boca, esôfago e estômago para chegar até o intestino, e lembre-se também que o nosso estômago tem o pH Ácido, fator limitante para a chegada dos microorganismoa vivos até o intestino.Então, a quantidade de microorganismos nos produtos têm que ser superior a 1X108 = 100.000.000 UFC, pois alguns não resistiram ao pH ácido do estômago!Para proteger os microorganismos (da ação ácida do estomado) é usado um carboidrato, que pode ser açúcares ou fibras, para envolver essas bactérias e impedir que o ácido clorídrico do estômago "mate-as".


Nós produzimos probióticos?
NÃO! Todo microorganismo vem do meio externo para o nosso corpo.
O primeiro contato que temos é logo no nascimento, principalmente quando passamos pelo canal vaginal (parto normal).
Durante a gestação a nossa mãe nos protege do meio externo, impedindo que qualquer bactéria se aproxime de nós, assim quando nascemos o nosso intestino é estéril – sem microorganismos!
Após o parto inicia-se o processo de colonização, que é mantido com o aleitamento materno que contêm os prebióticos – fibras alimentares que "alimentam" essas bactérias. Esse é o primeiro aviso que fora do útero da mãe nós deveremos nos defender desses pequenos seres, e por isso é o primeiro estímulo para o nosso sistema de defesa funcionar!

Quais as importantes dessas bactérias?
Uma microbiota saudável – com vários microorganismos benéficos, ajuda na produção de antibióticos e antifúngicos; tem ação competitiva contra microorganismos patogênicos; ajuda na constipação por estimular os movimentos peristálticos no sistema digestório; estimula o nosso sistema imunológico; Metaboliza alguns medicamentos, hormônios, carcinógenos; além de serem essenciais na síntese de vitaminas do complexo B e da vitamina K no intestino;
Bem, são vários os benefícios, por isso atualmente houve um aumento no número de produtos que disponibilizam esses probióticos na nossa alimentação.
image

Mas, será que somente o consumo desses produtos é o suficiente?
Não! Mais importante do que consumir os probióticos é mantê-los vivos no nosso organismo!!!!
E como fazemos isso?
Consumindo fibras, os prebióticos. São elas, presentes nos legumes e nas verduras e frutas, que alimentam as nossas bactérias, assim estimulam o crescimento delas mantendo-as por mais tempo.

IMPORTANTE!
Lembremos que independente das funções benéficas das bactérias, em excesso poderá causar mal! Nossa mãe deixava nos consumirmos mais de um yakult por dia? Não! Por que se não teríamos uma bela de uma diarréia, não é?! Para esses novos produtos a regra é a mesma, quantidade controlada – UM por dia!

Por quanto tempo podemos consumir?
Não há estudos que demonstrem um tempo limite para o consumo desses alimentos. Sabe-se, que em média 14 dias de consumo os efeitos positivos começam a aparecer.
Por ser algo, "novo" +/- 20 anos, não sabemos se um uso diário e contínuo por muuuuitos anos pode atrapalhar a microbiota normal do nosso organismo. Para responder isso deveremos aguardar alguns longos anos...
Mas, sabemos que o uso consciente desse auxilia no nosso bem estar e saúde!

É medicamento ou suplemento alimentar?
A resposta é: Depende o tipo de cepa utilizada. No Brasil os seguintes probióticos são considerados suplementos: Lactobacillus: bifidus, rhamnosus, streptococcus, acidophilus, bulgaricus, casei (Presente no Yakult, no Sofly e no Actimel), os bacilos dan regulares (Activia), as bifidobactérias (Biofibras) etc.
Temos os probióticos vendidos em sachê, maior concentração: LactoFOS, LactoPro da marca SKL-Pharma®, SimFort da Vitafor®, Lactivos da Roberg® e UltraBiotics – Douglas Laboratories®.
Outros produtos contendo outras cepas são considerados suplementos.
Pessoas com doença inflamatória no estômago ou no intestino, ou deficiência do sistema imune devem consultar um nutricionista ou médico para o consumo desses alimentos.
DICA 1: Você quem treina pesado e quer hipertrofiar o máximo com o mínimo de gordura lembre-se que o seu sistema imune tem que estar forte. Já aconteceu de estar fazendo o trabalho perfeito para crescer e quando menos espera você fica “gripado”? Então, os probióticos o ajudaria a evitar esse processo.
DICA 2: Para quem está seguindo um plano alimentar para “secar” os probióticos ajudam a diminuir a possibilidade do sistema imune cair e “gripar” no meio do processo.
DICA 3: Para mulheres com candidíase e/ou infecção urinária de repetição, ou pessoas com infecção no trato respiratório: adicione os probióticos a sua dieta! O tratamento será mais completo que já os probióticos irão COMPETIR com o fungos candida e com as bactérias da infecção urinária! Alho também é um excelente alimento para ajudar nesse tratamento.
DICA 4: Para quem tem rinite, sinusite, bronquites e todas as “ites” tente o consumo dos probióticos! Smiley piscando

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Cuidado! Nem todo alimento com alegação de ser integral contém SOMENTE carboidratos INTEGRAIS


grão de trigoO que são alimentos integrais?
Não há uma legislação específica que defina como deve ser um produto integral, mas o Ministério da Saúde considera alimento integral aquele que sua estrutura não foi alterada, mantendo integridade de seus nutrientes sem perder os valores quantitativos e qualitativos. E por isso muitos se confundem com a grande oferta de opções de integrais na prateleira.
Bora desconfundir?
Considere um pão integral ou biscoito integral ou macarrão integral aquele que contiver na sua composição FARINHA DE TRIGO INTEGRAL! Melhor ainda se não tiver associado a farinha de trigo refinada.
Muitos pães são feitos com farinha de trigo refinada e com a adição de alguns cereias, o mais comum é a fibra de trigo. Isso faz com que o teor de fibras do pão aumente, porém não faz com que esse pão seja considerado integral, nem que tenha um índice glicêmico mais baixo.
Exemplos de Macarrão com Farinha de trigo refinada com adição de algum cereal integral para se caracterizar como integral:
Taeq pacialvitao parcial
taeq parcialmente integral
Petybon parcialmente integral
renata parcial
Exemplos de Macarrão feito 100% com Farinha de trigo INTEGRAL:
mãe terra 100integral
baronia 100integral
ecobio 100integralbarilla 100integraljppereira 100integralexcelsa 100integralbendita terra 100integral
O mesmo acima acontece com os pães e com os biscoitos.
Os pães que contém somente a farinha de trigo 100% integral na sua composição vem com a alegação de Pão 100% integral:
pães 100integral

Não se deixe enganar. Escolha aqueles alimentos que cont1enham 100% de farinha do tipo integral na sua composição. Smiley piscando
Bora atentar-se a LISTA DE INGREDIENTES!

OBS: Leite integral e iogurte integral são aqueles alimentos que mantém a sua estrutura, integridade de seus nutrientes e os  seus valores quantitativos e qualitativos. Nesse caso com a quantidade de gordura mais elevada comparada aos semi-desnatado e aos desnatados.

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

quinta-feira, 19 de abril de 2012

FLACIDEZ! Sabia que existe flacidez muscular e Flacidez tecidual?????

 

capaflacidez-300x248          flacidez tecidual

Na postagem sobre Colágeno (http://www.vanessalobato.com/2009/06/colageno-sera-que-auxilia-na-firmeza-da.html) e nas consultas nutricionais percebo que muitas pessoas reclamam que tem FLACIDEZ, mas poucas sabem que a flacidez que possuem é muscular e não tecidual.

Vamos ver as diferenças???

Primeiro: O que é Flacidez?

É a atrofia da pele e/ou muscular levando a diminuição da atividade motora e de funcionamento de órgãos.

O que causa?

  • Radiações UV;
  • Poluição;
  • Diminuição na produção de colágeno e/ou de elastina;
  • Diminuição no tônus muscular;
  • Alterações hormonais;
  • Falta de nutrientes na alimentação.

Flacidez tecidual: deve-se a deficiência de nutrientes para a formação da estrutura tecidual;

Flacidez muscular: atonia muscular – falta de tônus muscular!

Porquê acontece a confusão?

A confusão acontece ou porque a pessoa têm os dois tipos de flacidez ou porque como a pele é sobreposta ao tecido muscular se este estiver flácido, consequentemente a pele aparenterá desinforme e isso causa a impressão da pele estar flácida.

 

Flacidez Muscular:

A principal causa dessa flacidez  é o SEDENTARISMO.

O que dá TÔNUS muscular é a solicitação das fibras musculares para executarem uma força. A musculatura frequentemente solicitada, mesmo em repouso, recebe do SNC (Sistema Nervoso Central) um sinal para permanecer em semi-contração o que deixa a aparência muscular “mais firme”. Outra questão é que com a prática esportiva há a necessidade de reconstrução constante dessas fibras deixando as fibras musculares mais cheias e com isso mais firme, tonificadas.

Pense num saquinho de geladinho. Quando esse está cheio o plástico fica lisinho, colado ao composto dentro dele. Porém, conforme o geladinho vai sendo consumido esse vai se esvaziando e ficando mais amolecido. É isso o que acontece com a musculatura. Enquanto treinamos deixamos as nossas fibras musculares cheias e quando ficamos sedentários essa musculatura vai sendo perdida e as fibras vão ficando murchas =/

SE você não utiliza, não faz força, deixa de renovar e acaba atrofiando / perdendo fibras musculares causando perda de massa muscular com consequente perda de estrutura!

E ainda há outro fator que ajuda a flacidez muscular que são as fibras conjuntivas (tecido que compõe a massa muscular para dar estrutura as fibras). Essas com o aumento da fibra muscular aumentam de tamanho para dar mais sustentação aos músculos, porém com a parada brusca com a prática esportiva, esse tecido fica sobrando* no local dando uma aparência de frouxidão / flacidez.

* tecido conjuntivo para crescer ou diminuir precisa de nutrientes. Porém quando paramos bruscamente com uma atividade física o local fica menos vascularizado o que impede a chegada de NUTRIENTES ao local, impedindo que esse tecido conjuntivo seja constituído.

Flacidez Tecidual:

O causador é a desestruturação do colágeno e da elastina que pode ser causado pelo consumo inadequado dos nutrientes formadores dessas proteínas ou por fatores genéticos ou hormonais.

Leia também sobre Whey Proteína proteína completa que ajuda na reconstrução muscular.

Att,

Vanessa Lobato

Nutricionista Esportiva

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Metabolismo Lento? Alimentos Termogênicos?

Lose-Extra-Calories-With-Right-Diet
Muitos pacientes/clientes reclamam que tem o metabolismo lento e por isso o peso corporal aumentou. Será?
Bem, isso é verdade.
Mas, o que faz o metabolismo ficar lento? Não, não é o hipotireoidismo ou a “tireóide” como falam. Esse erro metabólico realmente causa vários transtornos, mas na grande maioria o problema não é esse.
***E vale ressaltar também que após acertar a medicação o metabolismo é corrigido e esse não fica mais lento, ok.***
Voltando: Cerca de 70% dos nossos gastos calóricos – energia – é devido a atividade M.U.S.C.U.L.A.R. Entãaaaaaaao, quem tem menos massa muscular, terá um metabolismo mais lento.
Homens naturalmente devido a ação hormonal – testosterona – tem mais massa muscular que a mulher, por esse motivo mesmo tendo o mesmo peso corporal possue um metabolismo mais rápido. E por isso pessoas que não treinam e acabam “perdendo” – reduzindo – o tecido muscular tendem a ter mais facilidade em aumentar o peso corporal.
Vamos estudar o que pode ajudar a aumentar o metabolismo!
Primeiro: O QUE É METABOLISMO?
É a taxa ( em kcal – representanto o gasto calórico ) que o corpo queima energia para se manter vivo nas 24hs por dia, treinando ou em repouso, acordado ou dormindo, todos os dias.
***Metabolismo Basal: gasto energético em repouso***
Agora sim! Vamos ver o que pode afetar negativamente o seu metabolismo:
  1. Tecido muscular: São FUNDAMENTAIS para o aumentar o metabolismo.
  2. Frequência das refeições: Quanto maior o intervalo entre as refeições mais lento deixará o seu maetabolismo. Se não damos energia para o corpo esse POUPA energia.
  3. Intensidade da atividade física: Quanto mais intenso maior o gasto, maior aumento do metabolismo.
  4. Tipos de alimentos: Alto consumo de açúcares simples, libera muito hormônio insulina, causa rebote na glicemia, causando queda no metabolismo.
  5. Hidratação: Mais de 70% das funções do corpo acontecem na presença de água. A falta de água faz com que o seu metabolismo fique lento.
  6. Genética: Algumas pessoas têm um metabolismo naturalmente mais acelerado do que outras. Você não pode mudar a genética, mas pode estimular a aceleração do seu metabolismo.
  7. Produção e função dos hormônios: Em alguns casos há distúrbio hormonal como o hipotireodismo. Mas na maioria das vezes a causa não é essa.
  8. Estresse: Faz com que o corpo libere cortisol, deixa o corpo em alerta e pronto para armazenar e poupar energia. Além disso, o quadro de estresse leva muitas vezes a quadro de ansiedade que faz com que muitas pessoas tendem a comer mais.
O que fazer para aumentar o metabolismo:
PRINCIPAL: INICIE A PRÁTICA ESPORTIVA!!!!
INICIE O CONSUMO DE ALIMENTOS TERMOGÊNICOS!
Alimentos termogênicos são aqueles alimentos que aceleram a queima de energia pelo organismo.
O desenvolvimento contínuo e regular do calor nos seres vivos é chamado de termogênese, que pode ser ativado por compostos alimentares originários de nutrientes bioativos.
Os mecanismos de ação dos termogênicos é pela atuação no Sistema Nervoso Central, estimulando o estado de alerta e concentração, retardando a fadiga muscular e aumentando a disposição para os exercícios físicos, ou atuando diretamente nos adipócitos, células que armazenam gordura, potencializando a quebra das gorduras durante o exercício.
Veja alguns alimentos que tem essa propriedade:
PIMENTA VERMELHA – PIMENTA CAIENA: A pimenta aumenta cerca de 20% do metabolismo por aumentar a circulação sanguínea e aumenta a temperatura corporal. A ativo responsável por essa ação é a capsaicina, que é a substância que proporciona à pimenta vermelha sua característica “picante”, auxilia na redução da gordura corporal. Pode ser usada como tempero de pratos quentes e saladas, cerca de 3 a 4g por dia.
GENGIBRE: Tem ação antioxidante e acelera o metabolismo. O gengibre pode ser consumido cru em chás ou para saborear a água. Pode ser usado no tempero de aves e peixes, refogado, deve ser consumido três vezes ao dia.
CHÁ VERDE: Acelera o funcionamento do metabolismo pela presença das catequinas.
As catequinas inibem a enzima COMT, responsável pela degradação da norepinefrina. Esta inibição resulta em aumento, ou efeito mais prolongado, da norepinefrina na termogênese do metabolismo das gorduras. Pode ser consumido gelado ou quente. Para saborear use canela em pau ou gengibre ou cravo. http://nutrivanessalobato.blogspot.com/2009/07/camellia-sinensis-e-sua-diversidade-de.html
CANELA: Acelera a queima de gordura. Consuma de uma a duas gramas, duas vezes ao dia, na forma de chá, polvilhada em sopas ou preparada com queijo, gratinada no forno ou polvilhada em frutas como maçã ou banana.
A canela ajuda a reduzir o Índice Glicêmico dos alimentos!!!! Opção para dietas controladas em carboidratos e para diabéticos.
GUARANÁ EM PÓ: Possui cafeína e acelera o funcionamento do corpo. Adicione dois gramas em sucos e vitamina de frutas.
ÁGUA GELADA: Consumir oito copos de água gelada por dia queima cerca de 200 calorias. Isto porque o organismo gasta energia para elevar a temperatura da água de 5ºC para 37ºc, que é a temperatura corporal interna.
Outros também entram na lista: laranja, kiwi, café preto, chá mate, hortelã, alimentos ricos em ômega-3 (salmão, sardinha, cavalinha, bacalhau, etc), algas, soja, brócolis, água de coco, mostarda, aspargos, couve, acelga e até derivados de chocolate cominho, mostarda, cebola, alho e curry.
Bem, o aumento do metabolismo, o aumento no processo de queima de gordura é demorado. Então, vamos com calma! Não adianta consumir todos os alimentos termogênicos de uma única vez que poderá causar além de desconforto gástrico pode causar insônia, irritação, agitação e dores de cabeça.
MODERAÇÃO!!!!
E LEMBRE-SE: PRATIQUE ATIVIDADE FÍSICA! TREINE DIARIAMENTE!
Em breve postagem sobre suplementos termogênicos Smiley piscando

Att,
Van nutri
Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva