quinta-feira, 28 de maio de 2009

Whey Protein

atualizado 01/07/2012

Atualmente, exercício físico é à base de qualquer programa de prevenção de doenças, de manutenção da saúde e de melhora do bem-estar físico. tipos-de-Whey-Protein
Mas, algumas pessoas querem mais do que estar saudável querem ficar Sarados!!! Quando essas pessoas chegam à academia com o objetivo de hipertrofia, emagrecimento, ou "secar" = reduzir somente tecido de gordura - logo vão ouvir a indicação de que deverá tomar suplemento protéico, e o mais indicado dos suplementos é o Whey Protein.

Mas, o que é esse tal de WHEY PROTEIN?

Whey protein é um suplemento alimentar proveniente do leite. Que pode ser extraído do soro do processamento de queijos ou os mais recentes que são extraídos diretamente do leite.

Curiosidade: São necessários de 200 a 2000 litros de leite para produzir 1 kg de whey protein.

Segundo a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Alimentar, suplementos alimentares são ALIMENTOS especialmente formulados e elaborados para praticantes de atividade física (...)

IMPORTANTE! Suplementos alimentares são produtos que contêm as mesmas substâncias nutricionais dos alimentos, mas em doses concentradas.

Muitas pessoas confundem suplementos alimentares com anabolizantes. Uma coisa é beeem diferente da outra. Os anabolizantes são substâncias sintéticas, que tem como base, geralmente, os hormônios testosterona e de crescimento. Esses NÃO são suplementos e sim Medicamentos usados em casos de deficiência na produção desses hormônios....


Essa proteína é de alto valor biológico (contêm todos os aminoácidos essenciais para construção muscular), possui altas concentrações de BCAA e de glutamina. É usada numa tentativa de impulsionar os níveis de força, acentuar ganhos no tamanho do músculo e prevenir danos no tecido muscular que ocorre após a prática de exercícios intensos.

grafico treino

Quando treinamos causamos micro-lesões no tecido muscular reduzindo a quantidade desse tecido no corpo, como defesa, o corpo dá um estímulo de recuperação desse tecido, se o treino foi intenso o estímulo de recuperação é maior ainda levando o corpo a super-compensação. MAS, para que isso aconteça deverá ter disponível para o corpo proteína, carboidrato, ômegas 3 e 6, além das vitaminas e dos minerais. Senão, após cada treino perdemos massa muscular e não recuperamos o que leva a uma redução de massa muscular!!!!


A Whey Protein alémde ser matéria-prima para construção muscular  ajuda na manutenção da função imune já que contêm muitas imunoglobulinas e lactoferrinas, ajuda também na saciedade por conter glicomacropepitédeos que estimulam a liberação de CCK umas das substâncias de sinalização cerebral para a saciedade, além de ser rica em cisteína um aminoácido necessário para produção de glutationa no fígado auxiliando assim no processo de desintoxicação do fígado.

É dividida em três tipos: Concentrada, Hidrolisada e Isolada.



Concentrada: é aquele que mantêm carboidratos e gorduras do leite em pequena quantidade, e em maior proporção a proteína que nesse caso está íntegra.  Algumas pessoas podem ter dificuldade em digerir esta classe de  whey por conter a protéina íntegra e pelo alto conteúdo de lactose em sua composição.
Isolada: é aquele sem carboidratos e sem lipídeos, mantendo somente a protéica pura do soro do leite.  É obtida atráves de troca iônica seguida por concentração e secagem por “spray” jato de ar e microfiltração seguida por ultrafiltração e subsequentes secagem por “spray”.  Os produzidos  por troca iônica contém um valor maior de sódio e  perde cerca de 20% de proteínas. Já os produzidos por ultra-filtração mantém as frações menores que são importantes para o sistema imunológico  e digestórios, além de ser um otimizador de performance e retardar o envelhecimento – glicomacropeptídicos, lactoferrina e fragmentos de peptídicos.



Hidrolisada: a proteína passou por um processo de "quebra" disponibilizando uma proteína já digerida (os aminoácidos livres), acelerando a velocidade de absorção.  No mercado há whey protein parcialmente hidrolisado e 100% hidrosilado. 
A hidrólise do whey pode ser feita pelo processo de filtração como o microfiltrado/ultrafiltrado por fluxo cruzado, o filtrado por troca iônica ou ainda por nanofiltragem por osmose reversa.
O  whey isolado 100% hidrolisados é livre de lactose e gordura, possui cerca de 99% de proteína NÃO desnaturada.
Gerações de Whey:
Tabela Whey blog - gerações
Composição de algumas marcas de Whey:
  • 100% concentrada: 100% whey protein – Body action; Whey protein optimizer – Cyberform; Pro whey protein – Millennium,  Whey Dyn – Dynamic Lab, Designer Whey – DNA,entre outras.
  • Mix concentrada e isolada: 100% whey protein – Optimum nutrition; 100% Whey – Twinlab, Bio Whey – Performance nutrition etc
  • 100% isolada:
Por troca iônica: Isopure – Nature's Best, Iso whey protein – Performance nutrition; Bio Protein – Vitafor, Whey 100% Isolate – Pro Premium Line etc;
Por ultra-filtração: Iso sensation - Ultimate nutrition;
  • 100% hidrolisada e Isolada: Pepto Fuel – Performance nutrition, Proto Whey – Bio nutrition, VP2 – AST Sports,  Whey Pro 2 Isolate – Pro Premium Line, Hidro whey – Optimum nutrition,  Isoflex Whey Protein – All Max Nutrition;

Apresentação:
Pó: é o mais conhecido, todas as marcas disponibilizam essa forma de whey. Frascos com 900g, 1400g, 2000g e 3500g, ou fracionada em saches de 50 a 60 gramas.
Whey líquido: suplemento rico em Whey já pronto para consumo na forma líquida! Marcas: lean body – Labadra; zero carb isopure drink – Nature's Best; Read to drunk – Myoplex - EAS; Precision protein – EAS, Iso Drink – Pró Premium Line.
Whey em Gel: Suplemento de whey protein também já pronto para consumo com a facilidade de transporte por estar em saches. Marca: Whey gel – nutrilatina AGE.
Barras Protéicas: Barras ricas em Whey protein que são práticas. Protein bar – Nutrilatina; whey bar – Probiótica; Mioplex deluxe - EAS; Rockin Roll – Labrada.

Importante:
  • Prefira whey protein que já contém glutamina;
  • Opte por produtos de preraro instantãneo;
  • Escolha os que contêm menor quantidades de açúcares e gordura por dose.
  • ACNE x WHEY PROTEIN: O WHEY PROTEIN NÃO CAUSA ACNE!!!!!!!!!!!
    • O que pode causar algum transtorno na pele é a pessoa ter alguma intolerância a algum produto adicionado ao whey, que pode ser: a lactose, a cadeia proteíca (caso tenha dificuldade na digestão de proteínas), os corantes, o excesso de vitamina B12, ou qualquer outra "tranqueira" adicionada que a pessoa possua intolerância individual.
      • O EXCESSO da vitamina B12, por ter ação hormonal, pode levar ao aparecimento de acne.
 
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
QUANTIDADE, HORÁRIO, FREQUÊNCIA E OUTRAS informações sobre o modo de consumo do Whey protein EU NÃO RESPONDO POIS ISSO DEPENDE DE VÁRIOS FATORES que dever ser avaliados individualmente levando em conta as necessidades nutricionais, a rotina alimentar e os objetivos!!!! Agradeço a compreensão!

Procure um nutricionista


INFORMAÇÃO: POR ALGUM MOTIVO, QUE EU NÃO SEI O PORQUÊ, NÃO CONSIGO MAIS RESPONDER OS COMENTÁRIOS AQUI ESCRITOS! SENDO ASSIM, SOLICITO QUE MANDE NA CAIXA DE MENSAGENS AO LADO, OK!

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Actimel L. casei imunitass


Está rolando na net acusações referentes ao produto Actimel


Vamos entender um pouco sobre esse produto e outros da mesma categoria - Alimentos com alegação de probióticos!
O que é um probiótico?
Probióticos são microorganismos (mcg) vivos que numa quantidade de cepas controladas podem causar benefícios para o nosso corpo.


Para um produto ser considerado como probiótico deve conter pelo menos 1X108 Unidade Formadora de Colônias (UFC) chegando vivo até o intestino.
"Relembrando: Tudo que consumimos tem que passar pela boca, esôfago e estômago para chegar até o intestino, e lembre-se também que o nosso estômago tem o pH Ácido, fator limitante para a chegada dos mcg vivos até o intestino".
Então, a quantidade de microorganismos nos produtos têm que ser superior a 1X108 = 100.000.000 UFC, pois alguns não resistiram ao pH ácido do estômago!
Para proteger os mcg é usado um carboidrato, que pode ser açúcar ou fibra, para envolver essas bactérias e impedir que o ácido clorídrico do estômago "mate-as".


Nós produzimos probióticos?
NÃO! Durante a gestação a nossa mãe nos protege do meio externo, impedindo que qualquer bactéria se aproxime de nós, assim quando nascemos o nosso intestino é estéril – sem microorganismos!
O primeiro contato com bactérias é no momento do parto - normal. Após o parto inicia-se o processo de colonização, que é mantido com o aleitamento materno que contêm os prebióticos – fibras alimentares que "alimentam" essas bactérias. Esse é o primeiro estímulo para o nosso sistema de defesa funcionar! É o primeiro aviso que fora do útero da mãe nós deveremos nos defender desses pequenos seres!


Para que são importantes essas bactérias?
Uma microbiota saudável – com vários microorganismos benéficos, ajuda na produção de antibióticos e antifúngicos; tem ação competitiva contra mcg patogênicos; ajuda na constipação por estimular os movimentos peristálticos no sistema digestório; estimula o nosso sistema imunológico; Metaboliza alguns medicamentos, hormônios, carcinógenos; além de serem essenciais na síntese de vitaminas do complexo B e da vitamina K no intestino;
Bem, são vários os benefícios, por isso atualmente houve um aumento no número de produtos que disponibilizam esses probióticos na nossa alimentação.


Mas, será que somente o consumo desses produtos é o suficiente?
Não! Mais importante do que consumir os probióticos é mantê-los vivos no nosso organismo!!!! E como fazemos isso? Consumindo fibras, os prebióticos. São elas, presentes nos legumes e nas verduras e frutas, que alimentam as nossas bactérias, assim estimulam o crescimento delas mantendo-as por mais tempo.


IMPORTANTE!
Lembremos que independente das funções benéficas das bactérias, em excesso poderá causar mal! Nossa mãe deixava nos consumirmos mais de um yakult por dia? Não! Por que se não teríamos uma bela de uma diarréia, não é?! Para esses novos produtos a regra é a mesma, quantidade controlada – UM por dia!


Por quanto tempo podemos consumir?
Não há estudos que demonstrem um tempo limite para o consumo desses alimentos. Sabe-se, que em média 14 dias de consumo os efeitos positivos começam a aparecer.
Por ser algo, "novo" +/- 20 anos, não sabemos se um uso diário e contínuo por muuuuitos anos pode atrapalhar a microbiota normal do nosso organismo. Para responder isso deveremos aguardar alguns longos anos...
Mas, sabemos que o uso consciente desse auxilia no nosso bem estar e saúde!


É medicamento ou suplemento alimentar?
A resposta é: Depende o tipo de cepa utilizada. No Brasil os seguintes probióticos são considerados suplementos: Lactobacillus: bifidus, rhamnosus, streptococcus, acidophilus, bulgaricus, casei (Presente no Yakult, no Sofly e no Actimel), os bacilos dan regulares (Activia), as bifidobactérias (Bio fibras) etc.


Pessoas com doença inflamatória no estômago ou no intestino, ou deficiência do sistema imune devem consultar um nutricionista ou médico para o consumo desses alimentos.


Não vejo problemas de consumir um iogurte com probiótico por dia para auxiliar na defesa e na constipação intestinal. Mas lembre-se que nenhum suplemento ou produto industrializado substitui uma alimentação saudável!

Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva


sábado, 16 de maio de 2009

Hipócrates

"Cada uma das substâncias da dieta de um homem age sobre seu corpo mudando-o de alguma forma. E toda sua vida depende dessas mudanças, esteja ele saudável, doentes ou convalescendo."

Escrita a mais de 2 mil anos, e ainda não aprendemos....

Vanessa Alves Lobato
Nutricionista

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Início

Hoje, 15 de maio de 2009, início o meu blog sobre alimentação e suplementação.

Para você que já recebe os meus informativos nutricionais, agora o blog é um novo canal que usarei para deixá-los informados sobre nutrição.

Espero que goste dos assuntos abordados nesse blog.

Caso tenha alguma idéia de matéria para o blog, é só comentar!

Inicio com um assunto interessante: Antioxidantes!!!!!

Atenciosamente,

Vanessa Alves Lobato
Nutricionista

Antioxidantes



O que é oxidação?

Na realidade, a pergunta é "O que é Reação de oxidação", que é uma reação que perde de elétrons.

Tá, mas o que isso tem a ver com a alimentação?

Vamos lá: Por exemplo, sabe quando cortamos uma fruta e a deixamos descoberta e ela escurece? Então, as frutas sem a casca quando entram em contanto com o ar, que tem oxigênio, sofrem "oxidação" e ficam mais escurecidas! Isso é uma reação de oxidação causada pelo oxigênio naturalmente presente no ar.

Mas, e nós, oxidamos?

Sim, nós oxidamos!!!! E o que causa a nossa oxidação é os “radicais livres” - que são átomos, íons ou moléculas que têm a última camada de sua órbita um elétron faltante, por esse motivo eles são extremamente reativos, que quer dizer: querem se ligar a qualquer custo a alguma substância para ficar completo. Essas substâncias estão nas células do nosso corpo, assim esse processo de oxidação em excesso provoca destruição celular, acelerando o envelhecimento e iniciando diversas patologias.

O que colabora para elevar a concentração de radicais livres e aumentar o nosso estresse oxidativo?

Frituras em geral, gorduras animais, gordura hidrogenada – TRANS, creme de leite, embutidos, defumados, e alguns hábitos/vícios como o tabagismo e o alcoolismo.

Mas, há também substâncias que neutralizam os efeitos dos radicais livres, que são os alimentos chamados de antioxidantes, conhecidos como "varredores de radicais livres", protetores dos órgãos.

Substâncias antioxidantes
Alimentos Fontes

Betacaroteno
Cenoura, mamão, manga, damasco, pêssego

Vitamina C
Laranja, acerola, goiaba, limão, tangerina

Vitamina E
Castanhas

Selênio
Principal, castanha do Brasil

Bioflavonóides
Uva, vinho ou suco de uva integral, açaí

Licopeno
Tomate, melancia, pitanga




Por isso, uma alimentação rica em frutas e verduras auxilia na boa aparência da pele, minimiza os efeitos nocivos do sol e dos poluentes e atua na prevenção de diversas doenças.

Veja o vídeo de Ação dos Antioxidantes – produzido pela empresa MonaVie.


video


Att,
Van nutri

Vanessa Lobato Nutricionista Esportiva
#Nutrição Esportiva


Continua...